domingo, 12 de agosto de 2007

Esquecimento...


Somentes algumas coisas devem ser esquecidas.
Outras lembradas com facilidade.
Sei que tudo cairá no esquecimento novamente.
E isso me contradiz...
Não posso aceitar sua retórica que só servirá para me persuadir
Não tenho o direito de esquecer o sofrimento que passei por acreditar no que não queria, mas que de certa forma fui obrigada a acreditar, e acreditei
Ainda tinha um caminho a seguir.
Ainda poderia escolher
Fiz a escolha errada
E mais uma vez não cheguei onde pretendia
E novamente a memória selecionou alguns itens para serem lembrados com frequência.
Itens que não tive a opção de escolher.
Itens que foram escolhidos aleatoriamente da maneira mais precisa do mundo.
Itens esses, que fez com que esquecesse os momentos de dificuldade, de raiva, de opressão..
De tristeza e sofrimento.
Tentei acreditar em outras verdades.
Verdades essas que me pareciam reais.
Concretas.
Não as palavras medíocres que eram pronunciadas da sua boca.
Essas que só tomaram esse significado para mim, quando algum tempo passou.
E agora, cade a outra que tomou o meu lugar?
Cade a outra que te fez feliz?
Você me parecia tão bem.
Sofri tanto
Pra nesse momento vc tentar se redimir?
Você tentar fazer com que tudo que aconteceu caia em esquecimento?
Está na moda passar a borracha não é?
Só pode.
Infelizmente não é isso que desejo para mim.
Posso até está lutando por uma parte que me consome.
Não posso ter certeza da vitória.
Mas sei que possuo forças necessárias para superar essa pequena parte que me toma.
Não é uma retaliação contra você.
Não entenda assim.
É somente uma crítica explícita ao que me fez e um pouco de amor próprio.
Espero que meu autocontrole esteja realmente nas minhas mãos.
Dessa vez,
Quem vai ditar as regras será exclusivamente eu
Independente do rumo que esta situação tome.


Um comentário:

Vanessa Moreira disse...

Amigaa!!
Ahhh...
não sei se o meu está mais explicito que o seu viu....hahahaah
mas,enfim...colocar pra fora é sempre bom né ?
dá um alivio.
Faz tempo que escrevi aquelas palavras e havia mudado de opinião.
Agora,o mais engraçado:Elas apesar de terem sido escritas em um outro momento diferente desse,serviu perfeitamente para os fatos atuais ;)

=p
é...adorei o texto
principalmente o finalzinhoo!

Ditar as regras...
uhuuuu

Te amo!