quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Uso óculos...


Nem sei o que ando sentindo.
Coisas tão supérfluas e tão profundas ao mesmo tempo.

Exaustão de ouvir as mesmas coisas, de saber das mesmas coisas e de continuar na mesma situação, sempre esperando que o final seja diferente.
Parecendo uma adolescente louca e sem um pingo de juízo na cabeça, que vive num mundo de ilusão.
É isso que não sou, e é isso que realmente estão pensando que sou eu.


Fico pensando o quanto eu fugia e ele inventava qualquer desculpa para que eu ficasse ao seu lado, mesmo que não seja num sentindo tão amplo dessa palavra.
Fico relembrando quantas vezes economizeii razão e gastei emoções, prazeres, desejos...
A vida não é somente isso.
Não posso pensar como se fosse apenas um presente que me satisfaz e que depois que venha a avalanche.

Não entendo como ainda isso não terminou, como não se acabou ou simplesmente se desgastou.
É uma história realmente sem nexo.
Pele é ao mesmo tempo a pior e a melhor coisa que existe entre duas pessoas.


Ao contrário de pensamentos alheios, eu tenho sim noçao de tudo que está me acontecendo.
Não vivo em plena cegueira como muitos acham.

A questão é que tenho consciência e ainda assim, me deixo ser escrava de seus desejos mais sórdidos. E fazia dos seus e meus desejos, uma vontade, sempre crendo que o meu maior desejo pode ser realizado algum dia qualquer.


Espero que essa incerteza, essa sensação de vontade realizada, possa passar e eu possa seguir minha vida sem esse impecílio que me prende!



sábado, 29 de novembro de 2008

Lá vem, lá vem, lá vem de novo...


É tão bom quando de repente encontro alguém da forma mais inesperada...
Na hora menos prevista...
E num momento que não poderia ser melhor.
Alguém que me faz bem, que me faz rir com sua dose exata de criatividade, que segue meu protótipo de um homem, de um amigo, de uma pessoa.
Há pouco tempo de conhecimento...
Há pouco tempo de convivência...
Tudo muito novoo...
Mas espero que permaneça assimm...
=]]
Não crio expectativas e nem quero ter o prelúdio de nada.
Apenas curto cada momento, cada mensagem, cada conversa no msn, cada ligação que me desperta, cada pensamento alegre que me proporciona.
Não há nada melhor do que afinidades reconhecidas.
É maravilhoso lembrar de alguém e trazer risos a tona, sorrisos sinceros como o que eu estou dando agora.
Não sou capaz de transcrever mais nada, só que está sendo muito satisfatório pra mim, conhecer alguém tão sincero, fofo e que transborda alta-estima como vccc!!

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

E que se vá!


A vida segue. Bem, tranquila e feliz. E a vontade exarcebada da exclusão dessa frustação, sobressalta.
Seria hipocrisia fingir que não sofri. Fingir que não chorei por dias e dias. Fingir que esqueci e que não há nenhum vestígio de nada que se passou. Mas um pensamento mais que concretizado de amor próprio, não me deixa continuar naquela situação inusitada, capaz de mim trazer infelicidade, ciúmes e baixa-estima.
Não faz sentido viver em função de uma imagem que já não tem reflexo.
Não tem noção, o ser que se ilude , achando indispensável a presença constante de alguém ao seu lado, enquanto esse alguém sobrevive facilmente do outro lado da margem.

Há uma diferença incalculável entre: gostar e sofrer por estar junto e gostar e sofrer por estar separado.

Quem ainda não descobriu o diamante que sempre leva consigo, vive sofrendo "eternamente" ao lado de alguém, que já está acostumado a dizer que ama, e já nem sabe se isso continua prevalecendo. Quem vive assim, sempre viverá no desespero sem fim, de estar caindo, ver o chão e não alcancá-lo de uma vez. Um sofrimento contínuo.

Já quem sabe o valor que possui, anda com as próprias pernas. A frustração, imapaciência e a tristeza, logo cedem seus lugares para a esperança.
Esperança essa, que determina que o término de uma história, sempre é o começo de outra.
Que tudo é questão de tempo.
Tempo para curar a mágoa ainda enraizada.
Tempo para cicatrizar as feridas entreabertas.
Tempo para surgir a pessoa certa e a felicidade guardada se multiplicar na velocidade das células do câncer!
Ainda é cedo pra ter alguma certeza.
Mas já é tarde, pra se dar conta que ela já está plantada.
=]

Só meu!


O tempo fechou...
Uma tempestade chegou sem mandar avisos, e eu me explodi em lágrimas.
A tristeza abriu espaço e os pingos começaram a cair.
Estão tentando me privar desses momentos.
Momentos ruins, porém indispensáveis para o meu crescimento e amadurecimento.
Sempre passa!
A vida não é um algodão doce e nem deveria ser. O seu lado amargo existe, e está sempre indo e voltando.
Tentamos conservar a felicidade de quem gostamos a todo custo.Como se a tristeza fosse um mal maior. Como se a queda fosse contagiosa. E a dor, uma doença fatal.
Temos a necessidade de viver momentos assim. É a forma de aprender a ser forte, saber onde pisamos e assim extinguir erros repetidos, sabendo o que vem a ser melhor pra si.
Não nasci numa bolha de sabão e tentar me excluir do que é a vida, nãovai me fazer bem algum.
Me deixa sofrer.
Me deixa quebrar a cara.
Me deixa chorar.
Me deixa viver o que é meu, da maneira que me convém.
Me deixa trilhar meu caminho.
E se por acaso eu venha a mim arrepender,chorar ou sorrir, já vale a pena porque a culpa ou causa de tudo foi só minha. Não há porque julgar alguém.
De nada adianta opniões alheias, quando a sua já está formada.
De nada adianta conselhos, quando você já tem noção do que é certo ou errado.
Para que tentar prever o que acontecerá?
O futuro é desconhecido.
Chorar.
Sofrer.
Sorrir.
Cair.
Levantar.
Evolui!
E disso eu não preciso, eu necessito!



16/11/2008


segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Sim.Não.Ausência de resposta!!


Essa mudança, muitas vezes não me faz bem.
Não gosto de pensar demais antes de fazer qualquer coisa.
Nunca gostei.
Abominação.
Essa é a palavra correta quando se trata de dúvida e ciúmes.

Tenho pensando nas consequências antes de poder até mesmo, chegar perto delas.
Estou conseguindo reprimir meus passos...
Fico estagnada em vez de tomar qualquer atitude.
Sempre na dúvida.
Ausência constante de um sim ou de um não.

Dizem que a dúvida é o início da sabedoria.
Mas isso não me convém.
Não penso assim.
Gosto de ser decisiva nas minhas atitudes.
E tudo isso vem fugindo desesperadamente do meu alcance.

Eu não quero me anular.
Não desejo ha algum tempo, olhar para trás e ver que fraquessei, que me privei, que desperdicei tempo.
Tempo esse que poderia ter surgido algo bom, esplêndido e alegre.
Daqui a algum tempo eu só quero sorrir.
Sorrir por ter sido o que fui.
Sem arrependimentos.Sem lamentações.

Gosto de fazer o quero, como sempre fui.
Na hora que quero, como sempre fiz.
Aproveitando o presente, e o futuro que venha depois!
Ter medo do presente é não conhecer o amanhã como se deveria.

A causa do surgimento desse conflito comigo mesma é essa minha ilusão, em pensar que sei o q pode acontecer mais além.

As vezes me vejo viajando por dias passados.
Pensando como antes.
Uma menina que ignorava o medo.
Que não se importava como muita coisa, além de viver bem e curtir o que lhe é proposto.
Essa privação, me sufoca.
Mesmo sabendo que a culpa é minha.
Que só eu posso mudar.
Eu me sinto presa por algo que não posso ver, que não posso sentir.
Algo que surge do nada e trás consigo a maldita dúvida.
Chego muitas vezes a pensar que a denominação está incorreta, e uma esperança fantasiada poderia ser o certo.
Por pensar e querer que nossa vida antiga retorne, que você sempre volte pra mim, eu me privo de certas atitudes pensando somente nisso.
Que você pode voltar e mudar o rumo das coisas, e assim magoando a pessoas que acima de tudo me faz bem e gosto de maneira inexplicável.
Rumo esse, que desejava e sempre desejei.
Ou por estar tão acostumada em pensar assim, já virou rotina.
Maldita esperança.
Porque não morre?

Ele tem um poder de domínio sobre mim, que nunca imaginei que alguém teria.
E nem tem noçao da dimensão desse poder.
E é melhor que não saiba mesmo.

Estou procurando juntar os meus caquinhos.
Rever minhas atitudes.
Desviar de caminhos já percorridos.

Estou procurando me aperfeiçoar.
Olhar com desdém as minhas fraquezas, os meus defeitos.
Elevar minhas qualidades ao extremo.
Não transformando esses traços que me designam.
Não tirando a essência do que sou e sempre fui.

Como diria uma velha e boa amiga.
Estou procurando mudar, e deixar só a essência.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Mecatrônica!


O mundo dos robôs exerce enorme fascínio sobre mim. Pena que só pude descobrir isso a pouco tempo.
Me encanta a capacidade que o homem tem, de criar um ser tão "inteligente" e "flexível".
Essa aproximação entre o fantástico e o real vem ficando clara, a medida que constato o fortalecimento da Mecatrônica, e que me envolvo e estudo essa criação humana.
A integração da Mecânica, Eletroeletrônica, Computação e Controle. A integração do que há de mais adequado em cada uma dessas áreas, resultando numa soma de especialidades, deriva no meu novo mundo, em Mecatrônica.
É uma combinação sensível e adequada, com resultados realmente fascinantes.
A felicidade explode dentro de mim, a cada momentos que consigo controlar um robô de forma diferenciada e a cada dia mais avançada.
Tenho certeza, que um robô é tão perfeito, pois equivale a um ser humano. Isso mesmo. Um sistema Mecatrônico equivale a um sistema Biológico.


Esqueleto - Estrutura mecânica.
Sistema sanguíneo - é o condutor de energia, o cabeamento.
Alimentação - é a fonte de energia, seja qual for.
Sistema nervoso - é a rede de comunicação.
Membros - são as garras, os atuadores, os cilindros.
Os 5 sentidos - são os sensores.
Conhecimento - é um software.
Cerébro - é um computador ou um CLP.


Tudo em perfeitas condições.
Agora tenho certeza que é nessa área que pretendo evoluir, de forma vertiginosa.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Apenas meu amigo!


A tranquilidade parece ter me tomado hoje.
Uma esperança está brotando.
Esperança essa, que me faz acreditar que o que está acontecendo faz parte.
Que não adianta querer lutar contra os fatos.

Não quero e não vou mais agir como se soubesse o que vai acontecer num futuro próximo.
Tudo que podia fazer, já foi feito.
Fiz de tudo pra você perceber, que era eu.

Não quero agir como uma impulsiva, que quer que tudo volte ao normal em fase de segundos.
Até porque eu odeio ser assim.
Já chega de ficar me lamentando por algo que não tem sentido.
Por algo que não vale a pena.

Em momento algum poderá me julgar por ter desistido, pois suportei até demais.
Todas as palavras que nunca imaginei que pudesse citar a mim, todos os gestos e atitudes indevidos, nojentos e infantis. Realmente me tocaram profundamente.

Além de tudo, não consigo agir assim.

Não posso meramente apagar da memória lembranças maravilhosas que temos...
Não posso meramente esquecer do sentimento que havia antes de tudo isso vir a tona.
Não posso meramente obstruir o caminho da nossa amizade, que pra mim, vale mais do que qualquer coisa.
Não posso meramente fingir que não sei quem você é, mesmo depois de tudo.

Eu sei que tudo tomará o rumo certo.

E não esquecer da nossa amizade a um tempo atrás, nossa cumplicidade, nosso amor, nossa capacidade de sempre estar disposto a ajudar o outro, nossas conversas, nossas risadas... é que me dá forças pra te esquecer de vez, e te ter como apenas meu amigo.

Amigo esse, que sinto uma falta imensurável atualmente.


"Eu sei é um doce te amar
O amargo é querer-te pra mim
Do que eu preciso é lembrar, me ver
Antes de te ter e de ser teu, muito bem!!"

sábado, 27 de setembro de 2008

Não me é merecido!


Tenho andado tão perdida ultimamente.
Me afundando em pensamentos e idéias que não me levam a lugar algum.
Se acostumar com um novo tão ruim... tão diferente... tão longe de suas perspectivas e mais distante ainda do que deseja, é muito complicado.
Muitas vezes me sinto como areia no deserto quando estamos juntos, um grão a mais ou a menos não faz muita diferença.
Horas e mais horas calculando o que tem que ser feito pra isso mudar, estão se tornando noites em claro sem nenhum resultado.
O desespero está me tomando.
Uma mensagem no meio da noite ou não?
Carinho ou indiferença?
Simplesmente não sei.
Não sei mais o que faço pra reverter esse quadro, que está me deixando pisar em cacos de vidro por vontade própria.
A tristeza cria raízes dentro de mim, sem ninguém se dar conta.
Não quero que percebam. Mas ao mesmo tempo, preciso desabafar...
Eu preciso de ajuda.
Estou sendo fraca e isso me doí tanto.
A raiva aumenta a cada mensagem ou palavra que não deveria ser mandada ou dita.
Raiva de mim.
Mesmo sabendo que sou superior - não a ninguém, mas ao que vem acontecendo - eu não estou conseguindo fugir dessa prisão.
Não vejo motivos pra está nessa situação.
E infelizmente estou.
Sem saber porque, ou pra que...

sábado, 30 de agosto de 2008

O carma de carteirinha!


Não adianta.
Mesmo que eu fuja...
Mesmo que eu corra...
Mesmo que eu tente esquecer...
Mesmo que eu me mude...
Mesmo que eu não finja ver...
Não adianta!
Não sei que espécie de sentimento nos liga. Talvez, um conjunto deles.
Só sei, que é algo que não nos deixa ficar longe por muito tempo.
Raiva que passa em fase de horas, poucas vezes dias.
Ciúmes relevados e muitas vezes encobridos com sorrisos.
Cobrança mínima.
Desejo ardente.
Carinho imensurável.
Confidências únicas.
Conselhos.
Apredizados.
Amizade.
E um gostar múltiplo que voa em todas as direções.
Além de muitas vezes ser safado, cínico... Um ator de alta qualidade, que consegue forjar muito do que sente, e passar a imagem que deseja.
Você é minha mala sem alça.
Você é uma sapato apertado.
Você é um café amargo.
Você é meu carma.

E com todos esses adjetivos, eu ainda consigo gostar de você, e te querer pertinho de mim!

sábado, 16 de agosto de 2008

Mas uma vez... O penetra na festa!


Estou exausta.
Cansada de ouvir "não".
Sempre em busca de um talvez e na esperança de um sim que eu realmente mereça.
Não sei o porque, e até o exato momento procuro respostas, para que esse "não" esteja revivendo na minha vida.
Como se o tempo vivido fosse descartável, como se tudo fosse tão irreal como uma cena de novela.
Acabou!
Realmente não existe possibilidade de entendimento quanto a sua opção.
Talvez eu não queira aceitar...
Porém, não consigo compreender o que aconteceu, o que está acontecendo.
Eu estou em cacos.
A dor me sufoca, as lágrimas tentam expressar minhas vontades, minhas palavras, meu sentimento...

Esse não era o meu plano.
Num intervalo mínimo de tempo, tudo desandou.
E novamente estou lutando contra essa Jacqueline insistente aqui dentro.
E é muito difícil vencê-la.

Hoje estou com raiva de você!
Você é o culpado pela minha dor, pelo meu sofrimento que poderia ser evitado.
Você está sendo egoísta. E isso é o que mais me fere.

Eu não sei o que pensar.
Estou sentindo tanta coisa, que realmente não estou conseguindo distinguir os meus sentimentos.

Resumo, em apenas tristeza.
Uma tristeza que consegue corroer tudo por dentro.
E além de tudo, uma tristeza que infelizmente, não perdeu toda esperança!
A consciência que tenho que te esquecer, ainda prevalece. Jogo quase empatado, mas ainda assim prevalece.
Não sei como começar.
Mas também sei que quando eu menos esperar, já esqueci.

Nada como o tempo pra me fazer superar, e te esquecer de uma vez!

domingo, 27 de julho de 2008

Esperando uma decisão.


Nem sempre tudo o que eu digo faz sentindo.
Uma hora digo algo, logo depois me contradigo.
Meus sentimentos conseguem destruir tudo o que consegui superar, no momento em que eles me vencem.
Alguma célula, ou um conjunto delas, permanecem vivas aqui dentro.
E não há como matá-las.
Elas precisam morrer sozinhas.
E só cabe a mim, esperar que isso aconteça!

quinta-feira, 24 de julho de 2008

E a vida?




A vida...

'É um começar a cada dia e um terminar a cada noite.'
É passar por muitas experiências e absorvê-las da melhor forma.
É única.
É imprevisível.
É solidão.
É companhia.
É valorizar o por do sol ou deitar numa ponte e admirar uma noite estrelada.
É cada momento aproveitado ou desperdiçado.
É esperar por um desconhecido que pode não chegar.
É sorrir por coisas bobas.
É chorar por coisas fúteis, surpéfluas.
É perder algumas vezes.
É tomar banho gelado no inverno.
É tomar um sorvete numa noite fria.
É se arrumar para dormir e as 23:00 sair após um telefonema.
É esquecer de algumas pessoas.
É lembrar de outras.
É pular, gritar ou dançar de felicidade.
É crer num Ser Superior.
É viver num mundo doente e não se contaminar.
É visitar um orfanato.
É se perder ao som de uma música qualquer.
É ultrapassar barreiras.
É sentar em frente ao mar e apenas sentir a brisa.
É diferença.
É ter que aturar um som de um grilo na hora de dormir.
É não poder acreditar que o mundo é perfeito.
É perceber que o tempo passa.
É um abraço verdadeiro.
É sair escondido.
É conhecer novos ares.
É uma guerra de almofadas entre amigos.
É uma conversa desconexa.
É uma reconciliação.
É sair desse mundo por alguns instantes.
É prazer.
É amor próprio.
É saber doar-se por inteiro.
É ser um pouquinho infeliz e achar que esta tudo bem.
É escrever na areia da praia.
É descobrir que sua mãe é sua melhor amiga, e que ela te ama de verdade.
É errar.
É voltar a ser criança sempre.
É ter amigos que sempre estão ao seu lado.
É tocar flauta.
É andar de macaquinho na beira da praia no início da noite.
É saber dividir.
É estar ao lado de quem te faz bem.
É fazer o que tem desejo.
É ter limites.
É não saber explicar certas coisas.
É acordar transformada.
É querer e ter a capacidade de concretizar.

A vida é o que eu quero que ela seja.
A vida sou eu!
A vida é você!

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Edificando o meu amanhã!


Sem perceber, eu vou aos poucos desamarrando os laços antigos e criando no tempo certo novos laços.
Agora me sinto mais leve...
A certeza de que me dedicarei mais do que antes e com a intenção de que tudo dure o tempo necessário, esta sobressaltando.
É como se a única palavra "acabou" que perseverasse fosse a minha. Eu dei um fim nessa etapa da minha vida, e estou dando um começo a uma nova. De cabeça erguida e sem vontade de andar em marcha ré.
Histórias que sempre servirão como experiências.
Mas a vida sempre segue.
Não há nem início e nem fim de histórias que se passam quando permanecemos aqui. Tudo é uma ponte sem previsão de término.
Apenas existe o começo e o fim da vida. Pois são as únicas certezas que possuimos, a que nascemos e a que vamos morrer.
Viver bem é fácil, nós que dificultamos tudo. Ou outras pessoas dificultam a nossa jornada.
O que torna a vida interessante é o nosso poder de contruir e vivenciar cada dia de uma vez em busca do desconhecido.Só eu tenho o poder de edificar o meu amanhã.
A cada dia que passa mudo e felizmente tenho a impressão que pra melhor.

'Não se apegue a nada que não pode se apegar a você, pois com certeza você se dará mal!'

domingo, 13 de julho de 2008

Frases soltas.


•εïзQuem me faz cair,
Me faz aprender.
E cada vez que levanto;
Me levanto aiinda mais forte.
Pronto pra próxima.

•εïзConfiamos só em Deus, quanto aos outros?
Paguem a vista!

•εïзTudo o que chega, chega sempre por alguma razão...


•εïз Não: não quero nada. Já disse que não quero nada. Não me venham com conclusões! A única conclusão é morrer. Não me tragam estéticas! Não me falem em moral! Tirem-me daqui a metafí­sica! Não me apregoem sistemas completos, não me enfileirem conquistas...

•εïз Sossega, coração! Não desesperes!Talvez um dia, para além dos dias, encontres o que queres...

•εïзPor onde andei enquanto você me procurava?


Ultimamente tenho conseguido enxergar um lado do mundo que não conhecia.
Tenho conseguido colocar as coisas no lugar, com uma ajuda extremamente importante de uma pessoa que me ama muito, Minha Mãe!
Como ela é importante na minha vida!


sexta-feira, 11 de julho de 2008

Carta a uma amiga...


Quando mais precisei, você não esteve ao meu lado.
Aparência de solidão.
De abandono.
Pelo menos foi o que consegui enxergar.
Eu estou sofrendo tanto.
Chorei tanto.
Mas isso não vem ao caso.
Não sei que diabos pensava estar fazendo, só sei que precisava de você ao meu lado naquele momento, onde tudo parecia ruir sobre mim.
Você era meu porto.
Alguém que sempre confiei. Alguém que os pensamentos sempre significaram pra mim em dose multiplicada, do que apenas o que os outros possam pensar. Você é importante pra mim. Tudo que vem de sua boca, doe e significa um turbilhão de vezes mais, mas nem sempre pensamos da mesma forma. Nem sempre posso deixar de fazer o que quero por você!
Você precisa entender que na vida de qualquer pessoa minha amiga, existem segredos e se por acaso encobri algo que realmente achava que ja tinha conhecimento, é porque sabia qual era a sua vontande.
Não menti.
Não te trai.
Porém, eu precisava saber, eu necessitava pagar pra ver até onde aquela "loucura" me levaria, precisava ver se tinha futuro, se meu sentimento era verdadeiro e finalemente perceber que poderia ter feito tudo de um modo diferente, fato que o medo e a aparência de ausência de sentimento não deixou acontecer.
Eu não errei com você! Estou falando apenas por nós duas.
Estou pagando talvez, um preço alto demais, mas, eu tinha que passar por tudo isso e não me arrependo de muita coisa. Só não esperava que um ato errôneo meu, em relação a outras pessoas , abrisse um abismo entre nós. É a aparência que tenho agora.
Mas enfim, tudo na vida é aproveitado.
E isso me servirá pra muitas atitudes que poderei tomar daqui pra frente. Experiências nunca é demais.
Tudo aconteceu porque tinha que acontecer. E sei que tudo ficará bem, em seu tempo certo.
Não vou me lamentar pelo acontecido, até porque não quero me lamentar e não tenho razão de fazer isso.
Só fiquei triste.
Triste, porque hoje a pessoa que eu mais abomino, esta fazendo mais parte de sua vida do que eu, que semre estive ao seu lado, que sempote te ouvi e ao máximo tentei te compreender, que nunca pensei em te trair ou te magoar, que nunca fiz nada por interesse ou coisa parecida, que nunca te tratei com inveja... Alguém que te ama tanto, que o mínimode indiferença me faz sofrer muito.
Em compensação, Deus é bom. E houve reações que não sei de onde brotaram. Ela me apoiou tanto, que agora me arrependo de coração por não ter dividido tudo com ela desde o começo.
Ainda bem que ela esta comigo, porque tem sido ela que anda fazendo o seu papel.
Espero que tudo volte ao normal, porque não admito que nossa amizade seja destruída de uma maneira tão frágil.

terça-feira, 8 de julho de 2008

Pega de surpresa!


Ultimamente me jogaram num abismo que parecia não possuir fim.
Passei por "poucas e boas", pra não dizer o contrário.
O passado escondido a 7 chaves, veio a tona de uma forma tão explícita, que entrei em estado de choque.
Descobri de um modo tão desesperados, que segredos só existem entre você e você próprio, ou com você e outra pessoa muito confiável, que pense a mesma maneira que você e possa está se expondo se algo for descoberto.
Foi difícil perceber esse meu erro tão grave. Minha vida não deve ser um livro aberto aos 7 mundos. E é lastimável, que só tenha conseguido perceber isso agora.
Porém, é como sempre digo, as experiências são resultados de erros e acertos, então ainda há algo bom nessa história.
Também descobri que o que eu não quero que as pessoas saibam, eu devo não fazer, ou fazer de uma maneira muito, mais muito, muito discreta.E mesmo assim a primeira alternativa é mais segura.
A vida é engraçada, pessoas confiáveis se tornam cascáveis prontas para dar o bote a qualquer momento.
E mentia excessivamente, e se fazia de vítima o tempo todo, com o intuito de acabar com nossas vidas. Como descrevi a alguns posts atrás.
Mas enfim, tudo deu certo agora..
Quer dizer, quase tudo...
E outra coisa, certo para nós.
Pois, para o seu veneno eu tinha o antídoto, e é uma pena que a própria não possuisse esse bem.
E que agora, seja apenas digna de pena!

Ps.: Não poderia deixar de citar que a força Divina, me ajudou bastante nesses meu momentos de aflição. E que a Ele eu agradeço de todo o coração!

quarta-feira, 25 de junho de 2008

A dimensão desse sentimento.


As horas parecem não passar por aqui.
Estou agoniada.
Não posso esconder nada de mim.
Estou sentindo falta.
Estou sentido a sua falta.
Nesse lugar longe de tudo, quase incomunicável, onde faz tanto frio.
Sinto tanta saudade de você!
Não poderia dimensionar essa falta a alguns instantes atrás.
Mas agora eu sei, agora sei como é bom dormir contigo, como é bom ter seu cafuné antes de dormir, como é bom pegar no sono em seus braços, como é bom ouvir suas besteiras pela noite, ouvir você pedir que eu saia da net e que vá deitar logo, pedir que tome outro banho.
Não sei o que está acontecendo.
O sensor que ativa quando o controle da situação estar na minha mão, parece estar danificado. Eu perdir totalmente todo o controle.
E estou me dando conta que a cada dia que se passa, o vento dá força a esse fogo, e em vez de apagar ele se acende mais e mais.
Realmente não sei que decisão tomar.
E a única certeza que possuo nesse momentos é que a sua presença hoje, aqui, seria essencial para essa solidão, saudade, e agonia de querer saber como você estar e não poder |por estar nesse fim de mundo que nem o celular funciona|, ter um fim.

Dó, ré, mi...


Letras e mais letras, reunião de frases e o aperfeiçoamento com um tom qualquer.
Música!
Me acalma. Me completa. Me ensina. Me faz refletir.
Muitas delas é uma reflexão completa do que estou vivenciando ou já vivenciei.
Pessoas diferentes, histórias parecidas.
Uma capacidade inusitada de muitos compositores...
Tocam a alma, afloram emoções e sentimentos contidos, e enquanto a música dura a sensação de liberdade perdura, risos sem motivos ou lágrimas derramadas, gritos eufóricos ou relaxamento total.
Nada como ouví-las quando a solidão prevalece e a noite cai.
Nada como ouví-las quando se quer dançar e esquecer do mundo.
Nada como ouví-las depois de uma prova bem ou mal sucedida.
Nada como ouví-las quando dirige por horas sozinho.
E mais uma vez, nada como ouví-las quando se lembra de um amor ou momentos marcantes de sua vida.
A música movimenta o bem, a dor, a alegria, o amor!

Amo música.

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Incidentes sem importância..


Tem gente que se lamenta por tudo.
Eu me lamento, é fato.
Mas tudo no seu limite!
Tem gente que sobrepõem suas tristezas.
Tem gente que acha que só ela sofre.
Que só ela ama.
Que só ela dá tudo de si, e que os outros têm obrigação de fazer o que ela julgar certo ou errado.
Tem gente que é pessimista ao extremo, sendo capaz de em algum momento passar seu pessimismo ao demais.
Tem gente que sempre se faz de vítima, e nunca há de conseguir se tornar autor de certas atitudes por causa disso.
Tem gente que sempre transparece gostar de perder, gostar deixar que os outros a façam de escada.
Tem gente que não tem vida própria.
Tem muita gente que não sabe que antes de amar qualquer pessoa, você deve se conhecer, nem que seja o mínimo, você deve se amar, nem que seja pouco e ainda necessita não precisar dela em dose multiplicada.
E ainda tem gente que acha o maior de todos os sofrimentos, o dela.

Muitas de minhas lamentações são guardadas só pra mim.
Tristezas ocultas, que ninguém jamais soube que algum dia vivenciei.
E isso é necessário, pois assim aprendo a enxergar que nem sempre preciso dividir meus medos e meus momentos obscuros com alguém.
As vezes é bom estar à margem de todos e poder tirar suas próprias conclusões, seus próprios apredizados, assim abstraindo momentos obscuros que vivenciou e tendo a certeza que sempre pode ter a vitória em suas mãos.


Considerar a nossa maior angústia como um incidente sem importância, não só na vida do universo, mas da nossa mesma alma, é o princípio da sabedoria.
Fernando Pessoa!

terça-feira, 3 de junho de 2008

~Quando a morte chega perto!


Cada vez que o meu organismo não funciona de maneira adequada e ultrapassa alguns limites, a impressão é que a morte está chegando perto.
Hoje passei mal!
O ar não chegava aos meus pulmões da forma corretaa, minhas mãos não se fechavam como sempre fecham...
Músculos enrijecidos, membros quase imóveis...
A impressão era que estava num formigueiro, de tanto que meu corpo formigava.
Rosto, pernas, braços, mãos...Tudooo...Todo o corpo!
Ainda agradeço por não ter sido como a primeira vez, porque a primeira vez que isso aconteceu foi muito pior!
Pra mim, minhas mãos iam ficar duras para sempre, e algo parecido com um derrame estava prestes a acontecer!

Deus é mais...

Hoje não desmaiei, não cair...
Fiz de tudo pra ficar mais calma possível, pois não é nada fácil fingir que não se importa quando você não consegue respirar normalmente.
Uma agonia tomava meu corpo, sensação horrível!
Parecia que ia morrer, sufoco, imobilidadee!
Mas aos poucos foi passando e só assim a morte tomava distância de mim.
Os médicos chegaram, me passava uma confiança e tranquilidade extremas.

Pressão 10/8
Glicose normalizada. Em falar nisso, exame de glicose dói demais. Que dor terrível! Pensei que houvessem retirado meu dedo.
Batimentos dentro do permitido!

Nada como uma dose de calmante, para que depois de algum tempo a menininha dormisse por horas, como um anjinho.
Que também ajudou para aprimorar a minha lerdeza, até o nome "capote", eu esquecii.

Mas graças a Deus, tudo chegou ao seu fim e agora estou bem.
Mesmo tendo que tomar uns calmantes de vez em quando.
Bye bye stress!
É o que pretendo!
Recomendações médicas!




quinta-feira, 22 de maio de 2008

Crise de identidade!


Não consigo identificar o que sinto.
Amor...
Amizade...
Carinho...
Paixão...
São tantos sentimentos envolvidos. E isso me desespera a cada segundo vivido.
Não consigo demonstrar que mudei..
Por não admitir alguns atos alheios que julgo absurdo e sem nexo, me esforço ao máximo para não tomar certas atitudes. O que me vem acontecendo é que estou mudando de uma forma tão rápida, que quando me dou conta já mudei. Já faz algum tempo que tento esconder minhas mudanças, por achar que não faz sentindo, por pensar demais nas pessoas e decidir que elas já estão acostumadas com meu jeito de ser, minhas tolerâncias, meus atos... Não tenho direito de mudar tão de repente e excluir todos os limites que impus, que sempre aceitei... Estou vivenciando a verdadeira crise de identidade!
Estou chegando a conclusão que estou dando um valor supremo a alguns e esquecendo do que me faz bem, do que eu quero e não consigo possuir por isso.
Tento e não consigo falar... Por medo de está pedindo demais, por medo de estar me envolvendo de uma forma extrema na vida dos outros, e enquanto isso vivo sufocada, obrigada a viver da maneira que hoje, não é o meu objetivo.
Ciúmes..
Odeio ciúmes, o abomino.
Luto tanto pra não sentir e até um certo tempo me convencia que não o sentia.
Pois é..
Esse sentimento é mesquinho, absurdo...Como podemos nos sentir apropriados de um ser qualquer? Mas ao mesmo tempo, é como uma pequena luz oscilando no painel de um carro, demonstrando que algo está acontecendo, algo está diferente... Sempre tentando te alertar.
Há tantas coisas que tento encobrir, mas que no fundo sei que possuo, sei que não posso viver com a ausência de tal. Realmente não sei porque não ouço o que o mundo grita pra mim a cada instante. Não sei porque não aceito de vez e tento aprender a conviver com tudo que me é dado.
Assumo pra mim que tenho instintos..
Assumo pra mim tudo que foi citado acima.
Mas as vezes, só isso não basta.
Eu só preciso me auto-aceitar e poder expor isso sem medo das críticas.
Eu preciso voltar a ser como antes, caso não aceite o que me tornei!


Liberdade!




Perguntas impróprias..
Palavras curiosas até demais..
Onde você estava?
Você não tem noção do perigo?
Ausência de paz me contorna nesses momentos.
O que consegue extinguir uma boa parte da paciência que possuo.
Controle....Sufocoo..
Conseguem me transportar para uma prisão sem grades, sem chaves, sem muros...
Erros, erros, erros.. Caminham passo a a passo com o meu cotidiano e disso tenho plena consciência. A exclusão de possíveis quedas e tropeços da minha vida, não é a melhor opção a ser seguida, e ninguém tem minha admissão para me substituir nessa decisão.
Nada como viver meus momentos felizes.
Aceitar os tristes...
Curtir as novas experiências e sempre está preparado para perder.
Pontos negativos já reconhecidos, não precisam ser citados.
Isso desgasta, mais do que brigas numa relação.
Isso irrita, mais do que ter estudado para uma prova e nenhum assunto ter caído.
Meu reconhecimento pelo que sou, é ano-luz mais nítido do que qualquer um possa enxergar.
Pensar que conhece, não é conhecer.
Ninguém consegue ser tão previsível quanto acham.


Controle excessivo, indiferença multiplicada!




quarta-feira, 21 de maio de 2008

Prazer, fantasia!


Para alguns, assunto constrangedor, pecaminoso.
Para outros nada fora do normal, ato que proporciona prazer intenso.
Sexo!
Algo da natureza humana e nele não há algum bicho de sete cabeças. Sexo é a complementação do amor. Uma arte que não se encaixa com um desconhecido qualquer, mas sim com alguém que você goste, alguém de confiança.
Não há motivos para ter vergonha sobre algo que todos ou "quase" todos desfrutarão.
Sexo bom é sexo seguro!
Por isso. cuidados devem ser tomados.
Uma fantasia que demora minutos, ás vezes segundo inesquecíveis. É o meio de libertar aquela paixão incontrolável de uma forma completa.
É quando te tomam por inteiro e naquele momento se tornam apenas um.
Nunca tive nenhum tipo de vergonha ou medo algum para falar sobre isso.
O que penso e o que acho, não me trás constrangimento nenhum.

°Tudo que eu preciso!


Só eu sei o que venho guardando
Sem saber que iria ser só pra você,
E ainda guardo, pois o mundo não vê!
Visões diárias..
Carinhos múltiplos...
Felicidades alheias...
Tudo me lembra o que não posso possuir com você, e a certeza do não poder me leva a acreditar que há ausência de sentimento. Porém, sei o tamanho do erro que essa certeza representa.
Há tantas coisas que não posso dividir com você!
E isso parece conseguir anular o que vivemos.
Além de estarmos sempre juntos, sempre penso em você como algo inalcansável.
Sempre correndo, nos escondendo!
Mentira constante, que de tanto ser vivenciada está se tornando real. E isso não é tudo que eu preciso!
Nada passa de uma ilusão...Quando tentamos encobriro que sentimos..
Ás vezes me parece necessário expor meus sentimentos, minhas felicidades..O que ultimamente não vem acontecendo!
Calma coração, não se desepere!
Eu sei que algo me espera do outro lado.
Um encontro casual, um dia qualquer, talvez encontre alguém.
Só não sei onde onde, nem quando e nem o momento exato.
Há tanta coisa que preciso dividir...
Um segredo qualquer..
Um carinho, o relato do meu dia, uma cartaa..
Uma música, uma amor..
Minha vida.
Meu amor cadê você que nunca chega?
Com a falta ou presença de minha vontade, você tem a cura pro meu vício.
Querendo ou não, ontem... Quando a noite estava tão fria e quando a falta se multiplicava, você estava do meu lado.
E além de transparecermos ausência de sentimento entre nós.
De uma forma implícita ou não, eu sinto que eu te amo,
E que desde a algum tempo, não consigo viver longe de você!
E isso, é quase tudo que eu preciso!


quarta-feira, 23 de abril de 2008

Mar...


Em frente ao mar e um belo sol na minha frente.
Uma leve brisa sinto e escuto.
Tranquilidade.
Momentos que sempre serão levados na minha lembrança.
" Quando ficamos em frente ao mar, nos sentimos melhor !"
Pensar na vida.
Sempre que me pego fazendo isso, nunca acabo pensando na vida.
O importante é que mim sinto melhor.
Pareço mesmo pensar em coisa alguma.
Mas só em mim sentir bem, já vale a pena.
Porque não existe nada como me sentir bem!

quarta-feira, 9 de abril de 2008

| ° Ele!


° Eu ainda lembro muito bem.
Como se fosse hoje!
A Lua chegava e não sabia o que ia iluminar.
E uma história começou.
Uma história que parece não ter fim.
Era uma loucura constante e eu ainda vivo nessa loucura constante.
Não consigo me ver fora dela.
Já tentei fugir, sair correndo e não voltar mais, porém não consigo, não posso.
Tenho certeza que a hora ainda não é essa.
É amor a causas perdidas.
Pois nosso caso não tem futuro.
Nenhum.
Na realidade não queremos futuro.
Dei inicio a algo que não sei por um fim.
Onde essa brincadeira irá me levar?
Afinal de contas não sei o que realmente me levou a criar esse caso.
Talvez carência e falta de distinção de meus sentimentos.
Talves nenhum dos dois.
Era pra ser algo passageiro, mas não foi.
O tempo não me fez esquecer de nada que se passou e continua a acontecer. Eu me lembro muito bem como se fosse hoje.
Eu gosto dele!
Ele me dá a liberdade que eu preciso, e eu querendo ou não isso é recíproco!
Eu gosto dele!
E não quero ir embora antes que o final cheguee..
"Não vim aqui, pra desistir agora!"
Já que tentei desistir tantas vezes e não consegui.
Até poderia ter sido mais fácil fazer como todo mundo faz quando a tristeza e a desilusão toma conta do meu ser, gritar aos 7 mundos ou acabar com tudo, mas eu sei, nós sabemos que não é assim.
Nunca vamos nos cobrar, nunca vamos obrigar o outro a fazer algo que não podemos ou não queremos.
Por isso, há entendimento.
Eu o compreendo. Ele me compreende.
Isso é o bastante para sermos complementados pelo outro.
Uma frase desconexa me diz muito.
Não há cobrança, não o vejo como um namorado e nem quero ver.
Não o tenho como uma posse.
E é exatamente isso que não desgasta o sentimento que há entre nós.
E eu continuo o amando. De uma modo diferente, meio louco e desconexo, meio estranho mais completo.
Eu te desejo, te quero, mas não como uma propriedade.
Quero você quando quero. E só!
Tenho plena certeza que o mesmo acontece com você.
Somos apenas o que não podemos evitar.
Fazemos apenas o que não podemos deixar de fazer.
Temos nosso próprio tempo.
E por isso, que enquanto durar vai ser eterno.
E eu ainda gosto muito de você!

quinta-feira, 3 de abril de 2008

|Experiências|


° Uma das coisas mais importantes da vida são elas...
Se você erra, você as adquiri.
Se você acerta, também.
=D
É algo que ninguém pode tirar de você.
É só sua, e ninguém as tem do mesmo modo que você as teve.
É única!
Podem haver parecidas, mas nunca iguais!

sexta-feira, 21 de março de 2008

Eu posso!


Chega de pensamentos negativoss!
Chega de coisa ruins na minha vida...
Tudo o que eu quero eu posso, basta acreditar...
Não posso gastar meu tempo e pensamentos com coisas que não me acrescentam nada, com coisas que apenas subtraem algo de mim ou tomam espaço de algo bom e proveitoso!
Eu preciso me amar mais, sorrir mais, curtir mais, aproveitar mais, acreditar mais....
E também preciso sofrer menos, me stressar menos, lamentar menos, chorar menos...
Eu sou o que eu creio.
E nada que possa chegar aos meus ouvidos, mudará essa minha opinião.
Eu possuo o que eu acho que devo e posso.
Mesmo não sabendo disso algumas vezes.
A partir do momento que achar que deco ter mais, e começar a pensar nisso de uma forma positiva, algo me será acrescentado.
Eu vou mudar, e tenho plena consicência que devo e que posso.
Eu tenho fé que vai ser melhor pra mim.
Pois, só de agir assim já me sinto melhor.
Quero vibrações que acrescente algo em minha vida.
Quero concretizações dos meus sonhos e vou viver como se eles já estivessem concretizados e com certeza vou viver bem melhor do que milhares que não pensam assim.
Quero que tudo de bom me aconteça e sinto que vai acontecer.
Basta ter fé.
Em Deus, em mim e no desejo.

quinta-feira, 20 de março de 2008

Momento feliz!


Fico impressionada com minha capacidade de mudança de pensamentos e sentimentos.
Minha vida é assim, " de repente é gostar, de repente é desgostar".
|shuauhshuauhs|
"Você me deixou de lado"
Sempre me deixam de lado.
Minha vida amorosa é uma comédia.
Mas, hoje não estou triste por isso.
|Quando tudo parece terminado, amanhece outra vez!|
E já amanheceu.
Agora, estou bem.
E isso é que importa, meu estado de espiríto.
Tudo que digo é por hoje, por esse presente que pra mim nunca é presente. Presente não existe, o tempo não pára, então não há como existir presente.
Prefiro quando acordo assim, sem tentar imaginar o pensamento das outras pessoas e dando um valor maior só aos meus pensamentos.
Pois no fundo sei, que na realidade eles são o que mais importa pra mim.
Pois só faço o quero, o que tenho vontade, mesmo sabendo que posso passar do mundo de flores agradáveis a um deserto caloroso.
Eu sempre fui assim.
Mesmo me dando conta de todos os contras, se tiver vontade eu já fiz.
As vezes, essa vontade impulsiva se tranforma numa qualidade, porém as vezes não.
Defeito nítido.
Um dos poucos que desejo possuir e continuo possuindo.
Não faz mal parar no deserto algumas vezes.
Olhando pelo lado positivo, faz bem...Muito bem!
Ultimamente meus erros tem me feito olhar tudo de uma maneira bem mais proveitosa.
Posso dizer que esse olhar vem um pouco depois do erro...Bem depois. |auhhauahuhua|
Mas, não deixa de ser uma coisa boa!

Hoje estou feliz, não sei porque, e nada e nem ninguém estraga isso!
O dia é meu!
=p

"O que você vai ser"


"O que você vai ser quando você crescer?"
Pergunta que adorava responder quando era guria.
Cada dia era uma resposta diferente, porém a mais frequente era: "Vou ser médica!"
Era prática e rápida a resposta.
"Quero salvar muitas vidas e ganahr muuito dinheiro!"
Quando se é criança, tudo é tão fácil.
A imaginação consegue oferecer toda certeza e esperança que você precisa.
Mas hoje em dia, as coisas já não são tão simples e práticas assim.
E isso é o que mais me preocupa.
Hoje, tenho tanto receio de não alcançar os meu objetivos.
Hoje, já sei o quero e também tenho receio de não ser uma Engenheira qualificada como sonhooo...
Hoje, tenho receio de não ganhar o que sempre planejei e venho planejando.
Hoje, tenho receio de não ter uma família como todos, e poder desfrutar de momentos nunca vividos antes.
Quando você pára pra pensar na vida, muitas incertezas surgem..
E essa é minha fase de idealizações e medo de que não se concretizem.
Muitos falam que não temos preocupações, mas essas incertezas e medos de decpcionar a muitos que vivem ao nosso redor, é a maior de todas as precoupações.
Porque o meu futuro é a única forma de poder retribuir a minha mãe e a todos que me acompanham, o que eles fazem por mim hoje.
Eu tenho a necessidade de poder dar algo em troca.
Mas também acho que esses pensamentos são passageiros..
Que quando eu menos epserar, já vou estar trabalhando.
=]]
Quando tudo parece terminado, amanhace outra vez!

sábado, 15 de março de 2008

Só...


Estou me sentindo sozinha!
Melhor diznedo, eu estou sozinha.
Pensamentos sempre me levam a caminhos errados.
É incrivel...
É como se alguém só estivesse esperando, arquitetando e procurando o melhor ângulo para ver de camarote o meu escorrego. Mas infelizemnte (para ele, ela ou eles), não vão ter o prazer de me ver cair e não levantar.
Só tenho uma coisa que preciso entender: As pessoas que necessito pra viver, estão comigo!O resto, é complemento, apenas isso...
Odeio quando fico nesse estado, sensível, chorona e com a necessidade de alguém ao meu lado.
Eu não preciso de ninguém!
Quero que todos se explodam.
Não há nada de errado comigo, há?
Não sou burra e nem completamente chata.
Não sou feia e nem uma péssima companhia.
Não posso deixar que me ponham nesse estado.
Ninguém é melhor ou superior a mim, a menos qu eu queira que seja.
Dias passam e passam, e algum desses dias sempre me encontro nesse estado.
Que coisa!
Não posso deixar que recolham amão que traz meus momentos felizess.Não posso mesmo!
Há momentos que ninguém pode levar de mim, e não posso deixar que levem.
Como Dan acabou de mim dizer: "A vida é bela, temos que aproveitar o máximo, porque qualquer descuido pode ser decisivo..."
E ele tem toda razão.
Vou aproveitar para estudar e alcançar o que mais desejo, que é ter sucesso nessa vida que poucos conseguem viver com privilégios.
E é nisso que vou focar minha vida agora.
Pode até ser uma meio de refúgio para as minhas desilusões amorosas, mas eu não posso mais me deixar levar por esses casos. Não posso ficar me estressando, chorando por coisas supérfluas que não me levam a lugar algum.
Deixa meu choro e meu estresse para minha vida de estudante, pois pelo menos esse choro vai servir para alguma coisa. O resultado final! E espero que seja positivo.
Por tudo issoo...E mais algumas coisas...
Devo dar importância:
Aos meus estudos, a minha carreira e ao meu futuro!
E "eles", que apenas sejam eles, e nada mais que isso pra mim.

sábado, 8 de março de 2008

°Meu dia!


Completo hoje mais um ano de vida!
Idade que todos os adolescentes almejam possuir, mas ainda não descobriram que não muda absolutamente nada em relação a liberdade que procuram, além de uma entrada livre numa boate, cinema ou num motel, a carteira de motorista ou responsabilidade perante a policia....Aos olhos de nossos pais, ainda somos aquelas criancinhas e sempre vamos ser.
É...Mas quem não deseja possuir 18 anos, não é mesmo?
Algumas crianças, alguns adultos, alguns idosos...
Fase quase perfeita essa, se não fosse a dependência monentária, quem sabe se o quase não seria excluido?
(Risos)
Há algum tempo me dei conta que a utopia de liberdade extrema aos 18 anos, termina quando ele chega!
Estou envelhecendo, enquanto a minha vontade era ficar estagnada aos 21 anos!
Sem mentiras, tenho medo de envelhecer, não me pergunte porque!

Hoje..
Dia de ouvir as mesmas palavras infinitas vezes.
O que é normal se todos me desejarem a mesma coisa.
Acabei de acordar, são 10 hr e as 00:00 já recebi algumas ligações.
É bom sentir que seus amigos te ama e sempre lembram de você!
=D

Meus amigos, verdadeiramente amigos, vão estar reunidos hoje, por minha causa. =p
E sempre que nos reunimos é perfeito!
Esse sim é um momento feliz!
Enfim, já que hoje é meu dia duas vezes...
Feliz Aniversário pra mim...E Parabéns pelo dia da mulher...
QUe Deus ilumine a minha vida, sempre me mostrando o melhor caminho a seguir, que me ajude nessa tranformação menina x mulher e que me conduza a ser uma mulher bem sucedida que é tudo que mais almejo nessa vida,com muito juízo, muita paz, paciência, amor, honestidade, humildade e muita bondade no coração.
Novamente.
É tudo que mais almejo!

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

°Camila!


Deu uma vontade grande de falar Dela!
Ninguém tem noção do quanto eu amo essa meninaa...
Sem ela, minha vida não seria a mesma.. E não é da boca pra fora como muita gente fala..."como seria minha vida sem você?....sem você não vivoo..." entre outras coisaas..
Mas no meu caso, é verdadeiro, é sincero!
Sem sombra de dúvidas minha vida teria tomado outro rumo se ela não estivesse perto de mim. Não teria conhecido vários lugares, várias pessoas, não teria vivido momentos tão marcantes como eu vivi...Não teria dado milhões de risadas, seja das palhaçadas dela, ou das de Dan..Ah...sem falar das risadas que dou, por causa da risada dela que dura horas, e que por incrível que pareça só começa quando a de todo mundo termina( não que ela seja lerda, só de vez em quando mas é que ela não se controla).
Ela completa meus dias, ela se tornou uma irmã que sempre desejei ter... seja lá pra contar meus segredos, dividir minhas dúvidas, compartilhar meus aprendizados... seja lá pra qualquer coisa.
Camila, é você que eu quero ter do meu lado sempre.
Uma amizade sincera, que me esculhamba, que tenta colocar meus pés no chão por muitas vezes, que me elogia, que tem ciúmes de mim com Rapha, que me dá dinheiro, que diz a todo instante: "Acho melhor você estudar, porque você sabe né? Vai me sustentar, e meu padrão de vida é alto"..
Não sei descrever a nossa amizade.
Não sei descrever o amor que sinto por você, são tantos sentimento unidos...tantos.
Quando fica horas me escaldando, me gritando, dando aqueles de repentes que só você sabe dar, sinto saudades da época em que viviamos num amor roxo, quando ninguém podia ousar falar uma vogal de você ou de mim que explodíamos.
Mas, eu sinto que nada mudou.
Que a nossa amizade, o amor que temos uma pela outra é de verdade.
Você não tem noção como quero ganhar dinheiro logo, pra poder tentar retribuir tudo que você faz e continua fazendo por mim.

Você é única.

Ninguém nunca vai tirar seu lugar do meu coração.
É impossível esquecer de você, basta lembrar de mim quando minha memória ousar em te esquecer.
"Sem você não vivo, nosso amor é lindo"
Amiga, só quero que você saiba que você é muito importante na minha vida. E que nada que aconteça vai conseguir destruir isso dentro de mim.
Pois, eu te amo e isso é fato, e como diz alguém que não lembro o nome, contra fatos não há argumentos.
Obrigada por está me ajudando a construir a minha vida, pois nesse meu livro, você está incluida em quase todos os capítulos.

Te Amoo...





quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

s2

°Esperei tanto tempo por ele...
E graças, acho que esse tempo chegou ao fim!
Eu sou muito boba mesmo...
Depois de um tempo, derretida novamente.
Espero poder fazer tudo valer a pena...
Até agora está tudo flores...
Contando as horas para o encontro. Um pouco de ansiedade e curiosidade, se misturam aqui dentro.
Pois como diz Amarante: "Deixa ser, como será quando a gente se encontrar..."
Estou com tanta vontade que tudo dê certo, que estou com receio que o contrário aconteça. mas não vai acontecer!
=D
Eu o escolhi pra mim.
Não sei se isso é certo ou se tenho esse direito.Mas enfim, eu o escolhi.
Quero ele perto de mim, dividindo meus momentos...minha vida.
Infelizmente tenho planos.
Estou com receio que meus sentimentos não estejam sincronizados, com os meus e com os dele...
Mais um de meus defeitos, me entregar quando achar que encontrei a pessoa que realmente quero. Isso já me feriu muitas vezes e ainda continuo agindo dessa maneira.. Não me pergunte porque, pois me parece involuntário.
Só sei que estou me deliciando neses doces momentos de felicidade e só espero que perdurem por um tempo considerável.



quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008


°Já faz um bom tempo que não procuro concretizar meus pensamentos através de algo tão marcante como a escrita...
Algo que me faz bem...
Que me ajuda a saber quem eu sou a cada instante...
Só assim consigo provas do que eu vivo, de como me comporto, do que sou capaz...
A memória não guarda os detalhes..
A forma como você estava em um momento qualquer.
Mas as palavras que são usadas, diz muito mais do que qualquer coisa que possa ser lembrada.
É algo concretoo...
Uma coisa que marca...E a cada instante que leio consigo me tranportar pra aquele momento único que já se foi, mas que vai e volta dentro de mim..
Gosto dessa sensação...
É algo bom, que me ajuda de certa forma.
Nem porque nunca mais escrevi...
Falta de tempo, ou de imaginação poder ser a resposta.
Mas estava sentindo falta disso.
Não ficarei mais tanto tempo sem fazer algo que gosto.
Aliás..
Que gosto muito..

=D