quinta-feira, 22 de maio de 2008

Liberdade!




Perguntas impróprias..
Palavras curiosas até demais..
Onde você estava?
Você não tem noção do perigo?
Ausência de paz me contorna nesses momentos.
O que consegue extinguir uma boa parte da paciência que possuo.
Controle....Sufocoo..
Conseguem me transportar para uma prisão sem grades, sem chaves, sem muros...
Erros, erros, erros.. Caminham passo a a passo com o meu cotidiano e disso tenho plena consciência. A exclusão de possíveis quedas e tropeços da minha vida, não é a melhor opção a ser seguida, e ninguém tem minha admissão para me substituir nessa decisão.
Nada como viver meus momentos felizes.
Aceitar os tristes...
Curtir as novas experiências e sempre está preparado para perder.
Pontos negativos já reconhecidos, não precisam ser citados.
Isso desgasta, mais do que brigas numa relação.
Isso irrita, mais do que ter estudado para uma prova e nenhum assunto ter caído.
Meu reconhecimento pelo que sou, é ano-luz mais nítido do que qualquer um possa enxergar.
Pensar que conhece, não é conhecer.
Ninguém consegue ser tão previsível quanto acham.


Controle excessivo, indiferença multiplicada!




Nenhum comentário: