sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

~'. Quem me faz feliz.

~'. Como posso resumir o que significou esse ano com você, se tudo que passou só pode ser sentido?
Comecei 2010 ao seu lado, e vou encerrá-lo com você bem pertinho de mim. Talvez mais unidos que no começo, talvez mais conscientes da dimensão desse laço, talvez mais felizes e mais amados.
Você não sabe a dimensão do bem que anda me proporcionando.
Não sabe como me faz feliz, concatenando as simples coisas que a olhos alheios podem se tornar algo sem importância alguma. Mas pra mim não!
Você me deixa radiante quando me abraça, quando pega em minha mão, quando me chama de amor, quando me beija e sussurra no meu ouvido palavras muitas vezes inaudíveis e incompreensíveis, porém sentidas.
Quando me pega de surpresa, quando me faz cócegas, quando brinca comigo e ri de minhas bobagens, das minhas palavras cortadas, incompletas e ininteligíveis.
Quando me acorda com carinho e com o café pronto, você me dá uma dose extra de felicidade e bom humor e o dia de trabalho fica mais florido.
Você me faz bem quando está comigo, quando me ama!
Nesse novo ano, desejo que todos os nossos sentimentos que nos fazem sorrir sejam amplificados em doses cavalares.
Desejo que possamos nos unir e perceber que juntos podemos ir além, podemos transpor qualquer barreira que nos impeça de caminhar e viver momentos agradáveis.
Desejo que busquemos pelo sucesso, que não nos falte saúde, fé em Deus, força e perseverança pra contiinuar. 
Desejo que ajudemos um ao outro quando precisar, cuidando, fazendo bem.
Meu namorado lindo, não preciso nem mais citar o que te desejo nesse novo ano, já está explícito!

Teamo!

ps.: Você, sempre por perto!

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

~'. E que se vá...

~'. É apenas cansaço.
Cansada de certas coisas que sempre vão acontecer.
Cansada de ter que atravessar toda a cidade todos os dias.
Cansada da desorganização que é o transporte público em estações.
Cansada de ter que madrugar pra poder chegar no horário no trabalho.
Cansada de engarrafamentos que atrasam a minha vida.
É apenas cansaço.
Mas não vou desistir!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

~'. Parabéns, Parabéns...


~'. Toda vez que escrevo pra você a emoção me toma.
O que te desejar além do que te desejo todo dia?
Não tenho capacidade de explanar todo sentimento vivido no decorrer de todos esses anos, num só dia.
É muito som, muito volume.
Não daria pra resumir tudo numa simples frase, nessa data tão especial.
Eu só quero que você saiba, que sempre estarei do seu lado, como um anjinho da guarda, que te ampara quando estiver necessitada, que chora com você quando for preciso, que te dá um tanto de conselhos que sei que são ouvidos mesmo que não sejam seguidos... que saiba que sou aquele alguém que nunca te dará as costas, em hipótese alguma!
Porque seu coração é doce, porque você é minha melhor amiga, irmã, prima, cunhada, sócia! =D
Porque você é tudo que eu preciso, numa única pessoa.
Amiga, momentos felizes, prosperidade, sucesso, fé, saúde, paz e menos stresse eu sempre te desejo a todo dia, e continuo a te desejar tudo isso.
Hoje pedi a Deus que cuidasse sempre dessa menina-mulher.
Que te protegesse quando eu não pudesse fazê-lo.
Que Ele sempre te dê forças pra superar cada passo mal dado na sua vida, que Ele te dê fé, pra que possa sempre crer que tudo pode mudar... e pra melhor.
Que Ele continue te tornando, essa mulher linda que você é.
E que te proporcione muitos momentos de aprendizado e felicidade!

Feliz Aniversário!

~'. Selinhos! =D

O primeiro, é o Meme dos 7 Selos:
Bihh Dias me indicou pra responder esse jogo...


  • 7 coisas que pretendo fazer antes de morrer: Me tornar Engenheira Elétrica, Casar, Ter dois filhos lindos, Fazer muitas viagens pelo mundo, Me tornar uma piloto de fuga =p , Dar uma melhor condição a todos que amo e pular de pára-quedas.
  • 7 coisas que mais digo: Hum, poha, Danilo, ah tá, sei sei, com fé em Deus e tá bom.
  • 7 coisas que faço bem: Macarrão ao molho branco, Strogonoff (ammmooo), escovar cabelo, maquiagem... é melhor parar por aqui.. =x , 
  • 7 defeitos meus: Reclamo de tudo, muitas vezes preguiçosa, impulsiva, desleixada, me stresso e fecho e cara, impaciente (às vezes) e esbarro em muita coisa...
  • 7 coisas que amo: minha família, meu amigos, namorado, Deus, viver, filme e computador.
  • 7 qualidades: amizade, sempre me coloco no lugar dos outros, lealdade, sensibilidade, companherismo, prestativa e honestidade.
  • 7 pessoas pra fazerem o jogo:  Michele , Amanda , Ana , Stephanie , Layz , Intense e Nessinha.





-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Também ganhei da  Bihh Dias , esses selinhos lindos, muiiito obrigada minha linda... E dedico a todos os meus seguidores!







sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

~'. Sempre estará comigo: 2010

~'. Mais um ano indo embora.
Mas não indo embora da minha vida por completo.
Além de fazer novos planos pra o que deu errado e pra o que ainda nem sonha em acontecer, de ter esperança que será diferente e que tudo será melhor nesse ano que vem vindo, 2010 ficará marcado, assim como todos os anos que se passam.
Mesmo que tenha sido ruim, mesmo que tenha sido bom, o tempo deixa empoeirado o que se passou. Mas eu sempre lembrarei de cada detalhe que marcou, positivamente ou de forma desleal ao meu ver, a minha vida.

Além de ser feitas de atitudes, ela também é feita de lembranças... daquelas que me levam a sorrir da forma mais sincera e as que me levam a repensar no que tenho feito.
O que se passa serve de incentivo pra o que vem vindo. Serve pra dar forças, pra saber ou ter noção do que pode dar certo ou errado, dos limites que não se deve ultrapassar e aqueles no qual somos forçados a transpor.

Esses 365 dias, nunca irão sair da minha vida. A cada passo conquistado, a cada vitória, a cada queda que possa ocorrer, tenho certeza que eles terão alguma influência sobre cada tijolo erguido ou derrubado.
Algo que deixei de aprender, algo que não dei valor, algo que deixa valor excessivo, alguma decepção.. acredito que tudo está interligado quando vivemos.

Continuo a sonhar com esses meus sonhos mais sinceros, a acreditar que posso esvair tudo de ruim que possa acontecer comigo, e superar.
Continuo a sonhar com meu filho(a) mais lindo(a) que ainda há de vir, com minha família formada.
Com minha carreira concretizada.
Com a superação de alguns marcas guardadas aqui no peito que demoram a cicatrizar.
Eu acredito que posso ser melhor.
Acredito que posso mudar tudo que não me agrada e me estagna.
Só é preciso força, coragem e dedicação.

Sei também, que não vou ser a perfeição nesse novo ano, até porque até a rosa mais perfeita, possui espinhos, até a cobra mais bonita, possui venenos e até entre os amores mais verdadeiros existem divergências... que devem ser concatenadas e não subtraídas..

E mais um vez, a esperança se renova com o fim desse ciclo, esse ciclo que dará lugar a um novo, onde estará presente todas as minhas melhores expectativas, e assim por diante.

Que Papai do Céu derrame bençãos sobre nós, e nos dê o poder de discernimento entre o bom e o ruim, o certo e o errado. Muito amor pra nós todos, Ele é o começo de tudo!

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

~'. Há certas horas...

Há certas horas, em que não precisamos de um Amor...
Não precisamos da paixão desmedida...
Não queremos beijo na boca...
E nem corpos a se encontrar na maciez de uma cama...

Há certas horas, que só queremos a mão no ombro, o abraço apertado ou mesmo o estar ali, quietinho, ao lado...
Sem nada dizer...

Há certas horas, quando sentimos que estamos pra chorar, que desejamos uma presença amiga, a nos ouvir paciente, a brincar com a gente, a nos fazer sorrir...

Alguém que ria de nossas piadas sem graça...
Que ache nossas tristezas as maiores do mundo...
Que nos teça elogios sem fim...
E que apesar de todas essas mentiras úteis, nos seja de uma sinceridade
inquestionável...

Que nos mande calar a boca ou nos evite um gesto impensado...
Alguém que nos possa dizer:

Acho que você está errado, mas estou do seu lado...

Ou alguém que apenas diga:

Sou seu amor! E estou Aqui!


William Shakespeare
O nosso amor, precisa ser além de tudo o nosso amigo, o nosso companheiro que esteja disposto a nos ajudar a qualquer momento.Há momentos que apenas precisamos de carinho, de atenção, de alguém que nos jogue lá pro alto e que depois nos pegue no colo.Uma relação precisa que esses vários pontos distintos sejam preenchidos, pra que possa dar certo.Ninguém vive só de sexo, só de beijo na boca, de amassos.Mas também ninguém vive só de passeio ao shopping de mãos dadas, de afeto superficial, de mais amizade do que namoro, num relacionamento amoroso.Tem horas, que apenas precisamos da companhia de quem a gente gosta.E isso basta!
Precisamos do pouco de cada flor, para que possamos fazer um buquê lindo e colorido.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

~'. Mudança de direção...

~'. Sabe quando seus defeitos tomam forma de som e penetram pelos seus ouvidos num barulho ensurdecedor?
Pois é.
Foi assim.
Eu tenho um defeito nítido de deixar tudo pra depois, de às vezes ser meio ou totalmente passiva em relação as coisas.
Eu sei que sou assim, mas também sei que venho tentando mudar, venho tentando arrancar de dentro de mim o que não me faz bem, o que me estagna, o que me deixa pra trás.
Mas toda mudança requer tempo, requer atenção devida pra esse desvio de caminho.
Eu só preciso de tempo pra começar agir diferente.
Pra começar a mudar de direção.
Ando tão preocupada em relação a isso.
Eu não quero que achem que sou dependente dos outros, como certas pessoas vem achando.
Eu não sou.
O meu problema é que eu faço as coisas do jeito que eu quero e na hora que acho que devo.
Você tem um ritmo diferente do meu, e talvez isso tenha nos equilibrado no decorrer desse longo tempo.
Até ontem.
É, o tempo vai passando e não podemos deixar que as coisas que nos incomodam um pouco, tomem proporções maiores. Temos que expor, tentar um acordo, tentar colocar um ponto nelas.
É assim que acho que deva ser.
E é assim que acho que deveria ter sido feito.
Há intimidade pra isso, intimidade sem tamanho.
Eu não posso deixar os problemas crescerem desordenadamente pra procurar resolvê-los, posso?
Não.
Quando achamos que uma lagarta não pode se transformar em uma borboleta, vai levar o tempo pra que se perceba isso.
Eu quero dizer, que por achar que sou tão passiva de tudo, tudo que eu faço... a seus olhos vai se tornar passivo.
E mesmo que eu mude de uma maneira rápida, você vai demorar mais um tempo pra perceber isso.
Eu tenho tentado, juro que tenho.
E já vejo algumas conquistas quanto a isso.
Eu não vou deixar que nada, eu disse nada... nem que esse nada seja eu, destrua meus planos, destrua um sentimento e me separe de algo que eu amo de verdade.
Eu vou mudar, mas só porque eu acho que devo, porque eu acho que preciso me tornar melhor em relação a isso, que preciso ter mais força de vontade nas minhas conquistas.
É isso.
Só preciso de tempo e um pouco de ajuda pra resolver essa questão que tanto me dói.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

~'. Constante Contradição

~'. Às vezes não sou tão aberta a mudanças, quanto digo que sou.
Elas chegam sem pedir licença, atropelando tudo que foi erguido com esforços, e no final temos que aceitá-las de qualquer forma, e seria bom que fosse da forma mais rápida.
Eu mudo de uma forma constante, voraz, às vezes calma... às vezes avassaladora.
Muitas vezes demora para que a percepção de atitudes novas, venha a surgir efeito sobre mim.
Sou muito ligada ao que fiz, ao que vivi, ao impacto que causei em vidas alheias, até onde deixei fluir as coisas, até onde dei liberdade... que não me sentia ( e de vez em quando até hoje não me sinto) no direito de desfazer tudo.
De repente eu me vejo, e percebo que não sou mais a mesma, que me transformei. E sempre foi um trabalho árduo mudar em relação as pessoas. Sempre foi difícil entender que se eu mudei, não faz mais sentido algum continuar agindo da mesma forma... Nem que seja pra preservar alguém, ou algo, ou algum momento, ou seja lá o que for.
Mas como fazer planos, dizer coisas, viver momentos com pessoas e depois olhar e dizer: -Não quero mais que seja assim, esse plano está desfeito, as coisas que disse não valem mais, aquilo foi só um momento passageiro?!
Sou do tipo de pessoa que se coloca por inteiro no lugar do outro. Sou do tipo de pessoa, que pensa, repensa, 'tripensa no que vai falar as pessoas por quais tenho um sentimento, um laço. E por agir dessa forma, ainda não me conformava totalmente em me contradizer a cada instante passado.
Mas é isso que sou, uma contradição sem tamanho que ainda muitas vezes não consegue se assumir, pra não magoar, pra não dar a impressão que tudo foi ilusório... passageiro, que foi uma mentira. Porque não foi, nada na minha vida é/foi uma mentira.
Muitas mudanças me deixam sem reação, mesmo que eu procure, mesmo que eu implore que um caminho seja mostrado, esse caminho não aparece. E só me resta amadurecer para que possa enxergar melhor, pra que possa ver detalhadamente a estrada surgindo passo a passo, se aproximando a cada segundo passado e assim achar uma solução plausível pra resolver o que me preocupa.
Mudanças... Mudanças... Muitas nos fazem bem, nos fazem melhor. E se olharmos com atenção, veremos que as piores mudanças nos destinam a sermos melhores também. Basta entender tudo o que se passa, e olhar o mundo com um olhar mais otimista.
Constante mudança, constante contradição, é isso que sou.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

~'. Moh...


O meu amor chegou sem eu perceber, sem eu nitidamente ver...
Sem eu sentir.
Ele veio aos poucos...
Conquistou todo tipo de amor que poderia ser construído dentro de mim.
Passou por todas as fases.
E só assim ele pode aparecer.
E só assim ele pode ser tornar visível.
E só assim, eu pude despertar e ver que meu amor, sempre andou lado a lado comigo.
O que seria mais extasiante do que isso?
A descoberta de uma grande amor...
Não há extravagância, não há nada fora do comum.
Apenas as respostas pra questões nunca respondidas por mim.
Esse laço é singular, é composto, é abstrato, é estranho, é amor!
Amor, ao qual não abrirei mão.
Amor, que durará e se eternizará...

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

~'. Selinho!


~'. Bom gente, ganhei esse selinho da  Bihh Dias e dedico a todos os que eu estou seguindo.
Podem pegar, se sintam a vontade!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

~'. Vamos lá

~'. Não sei se a palavra certa seria raiva, pra o que estou sentindo.
Na verdade eu nem sei como eu estou me sentindo.
Talvez angústia fosse a denominação correta.
Arrependimento não, porque faria novamente.
Mas aquela sensação de culpa prevalece.
O que pra mim não era nada no começo, agora quando descoberto pareceu inacreditável a olhos alheios.
Meu Deus, fui tão errada assim?
Menti, fato.
Mas menti por preocupação, menti pra poder dar cuidado, atenção.
Faltei um dia de trabalho, porque meu amor estava doente, no hospital.
Precisava ficar com ele, me sentia na obrigação. Pois sempre que acontece comigo, é ele quem esta do meu lado.
Será que mereço ser crucificada por isso?
Quem nunca faltou um dia de trabalho ou nunca mentiu, que atire a primeira pedra!
Vamos lá.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

~'. Estarei do seu lado.

~'. Como posso ajudar alguém que se encontra na mesma situação que já estive algum dia, e nem eu mesma consegui me ajudar?
Nem eu mesma consegui esquecer, consegui deixar pra trás?
Eu ainda não sei quais atitudes tomarei pra deixar as coisas mais claras, mais leves. Mas eu o farei.
De qualquer modo, de qualquer jeito.
Ela não pode se entregar assim, se culpar a todo instante sem pelo menos ter noção de que isso não deveria estar sendo feito.
Que esse não seria o melhor caminho a ser seguido.
A culpa.
Eu a ajudarei.
Tentarei amenizar essa dor que a todo instante insiste em cravar no seu peito, insiste em sangrar, em fazer doer.
Quando a dor faz parte de um futuro melhor, ela deve ser sentida e acompanhada a cada instante, pois ela tem um propósito maior, e a mais dia ou menos dias cessará e dará lugar a uma alegria digna de ser vivida por tudo que superou, por tudo que já se passou.
Mas e quando existe essa faca cravada no peito, sem um futuro promissor? Sem nada em troca, apenas migalhas largadas ao vento?
É ai, que os amigos entram, pra alertar, pra ajudar, sem se intrometer por inteiro na situação. Apenas dando alternativas e sua opinião quando solicitadas.
E é isso que farei.
Concatenarei caminhos e soluções para que esse sofrimento deixe de ter vida.
Enquanto precisar de mim, estarei aqui. Disposta a dar todo meu ombro amigo, todo meu amor, todo meu carinho, toda minha atenção.
Não devemos sofrer por quem não merece, por quem não nos dá o mínimo que precisamos.
Nossa situações são diferentes, mas a dor que sentir um dia, seja a muito ou pouco tempo atrás (não importa), é muito parecida com a sua minha amiga.
E eu sei o quanto é difícil e avassalador.
Mas aquieta o coração, que vai passar.
Essa dor?
Ela vai embora.
Ela se esvairá.
E só restará a alegria e a percepção que foi a melhor atitude a ser tomada.
E eu estarei do seu lado quando isso acontecer!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

~'.Dor.

É incrível como as pessoas que você mais gosta, são as que mais te machucam.
Sabe aquela amiga, que você faz tudo por ela, cuida, ajuda, coloca pra cima quando precisa, estar sempre do lado? E ela insiste em virar e remexer no que está cicatrizando.
Ela insiste em te lembrar a todo momento, o que dói, o que sangra, o que não te agrada.
Isso é crueldade.
Isso é falta de senso.
Isso me entristece, mim deixa pensando em como as coisas são.
Enquanto você só pensa em amortecer a dor que ela sente, ela insiste em amplificar a sua, com comentários a todo momento.
Preciso tomar uma atitude e resolver essa situação.
Já está em volume máximo e não posso mais suportar!

terça-feira, 5 de outubro de 2010

~'. Como eu gosto....

~'. Meu carma...
Como eu gosto de poder sentir o seu cheiro, de ter seu pescoço ao alcance do meu nariz.

Como eu gosto quando você me dar aquele beijo esquimo e fica bastante tempo com a cabeça junto a minha.
Como eu gosto quando você me faz cócegas, mesmo quando eu mando parar.
Como eu gosto quando ficamos deitados na cama, minuto a minuto pertubando o outro, tentando derrubar da cama e quando tiver perto de cair, segurar com toda força.
Como eu gosto quando chega e me dar aquele beijo bom.
Como eu gosto quando acorda, e vai me fazer um carinho, um beijo na buchecha, na testa antes de sair pra trabalhar.
Como eu gosto quando me carrega e me imprensa de todos os lados.
Como eu gosto da sua mão na minha, da sua boca na minha, do meu corpo no seu.
Como eu gosto quando me abraça e me olha com aquela cara de sono.
Ah, como eu gosto de você!
É, eu gosto de você e nada que eu fale vai resumir isso.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

~'. Falta de afinidade ou pré-conceito?

As vezes acho engraçado como por apenas um ato, uma demonstração, um momento qualquer passamos a odiar ou a gostar de alguém.
Existem pessoas que não tem o  mínimo de afinidade, seja por qualquer motivo.
Por não ir com a cara mesmo, ou achar metida, ou achar que está dando em cima do seu namorado, ou ter ficado com um ficante seu, ou por ter se esbarrado com você algum dia e ter achado que foi de propósito, ou até mesmo por não ter dado lugar ao velhinho no ônibus.
Tudo é motivo pra gente pré-julgar as pessoas. Fato!
E um dia qualquer, por causa de uma palavra usada, um ato bondoso em relação a alguém, você ter acordado de bom humor ou qualquer outra coisa, você passa a olhá-la por outro ângulo, de um jeito melhor.
E assim começa a tirar aquela primeira impressão ruim que tinha dela.
Pra mim, aquele ditado que diz: "A primeira impressão é a que fica!", não passa de uma mentira deslavada, uma baboseira.
Muuitas e muitas vezes, ela não permanece mesmo.
Isso porque o ser humano está acostumado a pré-conceituar as pessoas, o danado do pré-conceito que não some nunca.
Tipo, duvido que alguém diria que esse cara tatuado visto andando pelas ruas, fosse um médico conceituado e bem sucedido na sua profissão.
Basta um ponto sequer, pra termos uma má impressão de alguém.
E quando eu falo assim, eu generalizo. Porque ninguém foge de ser assim.
Mas as vezes é bom sabe?
Quando esperamos o pior de alguém e recebemos algo melhor, é bem gratificante.
Pelo menos pra mim, adoro ser surpreendida!
As pessoas nem sempre são o que mostram ser, ou nem sempre são o que você enxerga!

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

~'. Selinho =D






~'. Regras do selinho:        
- Escrever o nome da criadora e quem te indicou.
- Escreva 5 sonhos que você deseja ardentemente que virem realidade:
- Indicar blogs que te fazem Sonhar! 


 ~'. Biih Dias  me dedicou esse selinho lindo, muito fofo da parte dela gente, e quem criou foi Tammy.

Meus sonhos, vamos lá.
  • Ser uma mulher bem sucedida na minha profissão.
  • Ter muitos momentos felizes com o amor de minha vida.
  • Ter dois filhos, um menino e uma menina.
  • Conseguir viajar pelo mundo.
  • Ter sempre a mão de Deus abençoando os meus atos e os meus caminhos.
Blogs que me fazem sonhar!
  • Biih Dias que tem um blog lindo.
  • A minha amiga Nessinha que cria texto dignos de se ler, de tão lindos e cheios de vida que são.
  • A Day Pinheiro =]
  • A Linda da Michele e dedico a Clarinha também...
  • Ao Guilherme quem sempre com seus textos que seria impossível narrar, me leva pra outro mundo.
  • E também a Amanda que já faz parte desse mundo de palavras e sentimentos.
Bom gente, é isso.




terça-feira, 21 de setembro de 2010

O homem dos seus sonhos!


Muitas vezes tentamos moldar o nosso parceiro, no modelo q queremos pra nós.
- Tudo seria mais fácil se ele mudasse.
- Porque você é assim?
- Não gosto quando ele age dessa maneira.

Fato.
Ninguém vai te agradar a todos os instantes de sua vida.
Não existe a pessoa perfeita que os filmes demonstram.
Se você gosta de uma pessoa, e ela gosta de você, terão q fazer concessões p q possam viver em conjunto. Concessões conjuntas e nem sempre totalmente proporcionais.
Mas é o preço q se paga pelo amor.
Não se pode insistir q um defeito visto ao nosso modo, seja excluído da vida do outro.
A mudança vem de dentro e muitas vezes é lenta.
É preciso paciência, compreensão!
E isso, as vezes se torna impossível eu sei.
Mas pra todo problema há uma solução, seja passageira ou não.
Não precisa colocar a pessoa q se ama, numa moldura a qual você já pré-moldou na sua cabeça.
A moldura ficará pequena, ou grande demais.
Sempre precisará de uns ajustes.
Precisa-se aceitar os defeitos e as qualidades se realmente um sentimento existe.
Algumas vezes apontando o q acha errado, e sempre expondo porque pensa dessa forma.
Talvez a pessoa mude por si só.
E essa é a melhor mudança.
Aquela na qual vc se senti satisfeito e recompensado pela pessoa estar tentando mudar por você, sem q você pressione, sem q você a obrigue a fazer aquilo.
As vezes você n consegue mudar a si próprio, como obrigar os outros a mudar?

Só estou dizendo q n existe o homem lindo no cavalo branco.
Ele vai te decepcionar, n só uma vez.
Ele vai fazer coisas que você n gosta.
Você vai sofrer por ele.
Descobrir segredos cabeludos.
Vai fazer promessas e n vai cumprir.
Vai te fazer imaginar as piores coisas, por ter te escondido uma bobagem.
Nem sempre te dará flores e nem sempre será o mais romântico.
Ele nunca vai conseguir ser tudo aquilo, sem tirar e nem por, o que você idealizou.

Sabe porque?
Porque ele é humano, e erra.
Mas tenha certeza, q se ele te ama de verdade.
Ele vai tentar desfazer e te recompensar por todos os erros q cometeu.

Quem ama, não desiste!

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

~'. Inspiração do Essência

Tava passando pelo essencianoar,  e vi um texto tão lindo.
Um texto que leva dentro dele, um tema que adoro.

Experiências, tem coisa melhor?
=]
Elas são só nossas e podemos dividir com quem quisermos.
Elas são tão únicas, mas possuem similaridades com as alheias.
Se vivemos um momento bom, a temos.
Se vivemos um momento ruim também.
Costumo dizer, que não há nada melhor do que a experiência!
=]
Elas são o modo de enxegarmos que na vida, tudo tem um porpósito maior.
E que se olharmos a mesma porta, porém de forma diferente e otimista, vamos perceber que sempre ganhamos.
De uma forma ou de outra!

Tudo tem seu preço!
E muitas vezes vale pagar.

Resolvi postar o comentário que deixei lá.
=p 

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

~'. Seis primaveras

Ah...
Quanto tempo esse romance perdurou.
E eu que pensava que fosse apenas uma brincadeira passageira de 'primos' (de terceiro grau, vale ressaltar.=])
É, por algum motivo ainda estamos juntos.
Além dos encantos da juventude insistirem em desviar esse caminho único, os encantos serão quebrados.
E persistimos, e acreditamos que esse é o nosso caminho.
Por um motivo maior, por amor, por querer bem, por querer o outro como pai/mãe dos seus filhos, por querer o outro como marido/mulher.
Já se completam seis primaveras, desde aquela que quando minha atitude impensada e recompensada, resultou nesse jardim.
Ah, quanto tempo!
Me lembro como eu insistia em te deixar livre, como eu insistia em dizer que não gostava de você, como eu insistia em te arrumar paquerinhas, como eu insistia em voltar a ser apenas sua melhor amiga e confidente.

Quis nunca te ganhar, tanto que forjei asas nos teus pés... Ondas pra levar
Deixo desvendar todos os mistérios

Sei, tanto te soltei que você me quis em todo lugar
Lia em cada olhar quanta intenção
Eu vivia presa


Hoje vejo, que o que eu nunca quis mesmo, foi te perder.
Eu te amava, sempre te amei e no começo nunca soube disso.
Estava exposto na minha cara, nunca namorei com ninguém, não me apegava a ninguém, estava presa a você mesmo sem saber.
Só não sabia explicar, o que era aquela atração maluca que insistia em levar seus olhos pra minha boca, suas mãos pra meu corpo, meus dedos pra sua nuca, minha boca na tua.
Apenas não sabia explicar porque não conseguia resistir a você, porque não conseguia mais ficar perto, porém "separados".
Eu pensava que apenas era algo sem explicação.
E realmente é.
Um amigo meu me dizia: - Você ama esse cara, velho!
E eu: - Tá louco?? Você surtou néh, só pode? Se gostasse dele não arrumava paquerinhas pra ele. Se gostasse dele teria namorado quando ele me pediu dois dias depois que ficamos.
Vai entender o que se passava na minha cabeça.
Vejo os meus cadernos velhos de escola, e a todo momento essa música se repete:

Te tenho com a certeza de que você pode ir
Te amo com a certeza de que irá voltar, pra gente ser feliz!
Você surgiu e juntos conseguimos ir mais longe

Você dividiu comigo a sua história e me ajudou a construir a minha
Hoje mais do que nunca somos dois, a nossa liberdade é o que nos prende

Viva todo o seu mundo...Sinta toda liberdade...E quando a hora chegar, volta...
Que o nosso amor está acima das coisas desse mundo!!


É, sempre foi assim.
Nunca tive medo de o perder, e hoje me acho uma boba por pensar que isso possa acontecer.
Descobrir que dizer pra mim mesma que o amava, trouxe ciumes, sensibilidade excessiva, brigas.
Coisas que desprezo repulsivamente.
Ás vezes penso que o mundo consegue abalar o amor, se você deixa.
Eu o amava, vivia bem e gostava muito do jeito que vivia, além de acusações alheias que me eram direcionadas... tsc, eu pouco me importava e agora parece que as coisas se multiplicam.
As pessoas cobram do nosso relacionamento só porque agora é "exposto", mais que nós mesmos.
E isso nos leva a pensar e repensar, e as vezes passo a cobrar na mesma proporção que eles, que tola eu sou.

Seria tão bom se pudéssemos nos relacionar sem que nenhum dos dois esperasse absolutamente nada, mas infelizmente nós, a gente, as pessoas, têm, temos - emoções!
Caio.F. Abreu

Hoje, tudo é assim.
Mas nosso amor não desiste, as vezes até pára e pesa as acusações, mas logo vemos que pouco importa.
As vezes até brigamos, terminamos, mas quanto tempo duramos separados? Menos de um mês?
O que vale é o sentimento vivo aqui dentro.
O laço recíproco, e as diferenças compreendidas e respeitadas.
Esse laço que nos dá força para que os planos sejam realizados.
Esse laço que é feito de amor, paixão e bem querer.

Nem preciso dizer que teamo!


quarta-feira, 8 de setembro de 2010

~'. Frágil!

~'.Acordei fragilizada.
Angustiada.
Cheia de concatenações de palavras soltas por pessoas alheias e percebidas por mim.
Concatenações essas, que despertam sentimentos que deveriam estar indisponíveis no momento.
Sentimentos do qual tenho medo, tenho desprezo.
E sentimentos que eu possuo.
Infelizmente.
Eu quero menos ciumes!

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

~'. A cama dos meus sonhos.

Ele viajou.
Estou dormindo na casa dele, naquela cama gostosa de se deitar.
Quando cheguei do trablho ontem, não deu tempo de encontrar ele em casa ainda.
Fui correndo, peguei carona, mas não teve jeito.
Se soubesse, iria direto ao aeroporto. Dar aquele beijo doce e gostoso de se receber.
Quando entrei no quarto pra dormir, sentir o perfume.
Não, senti seu cheiro pairando por todo o recinto.
Aquele cheiro que nem se eu quisesse, eu teria a capacidade de esquecer.
Deitei ali, e fiquei pensando.
Pensando no nosso casamento em 2015, em como serão nossos abençoados e esperados filhos. Em como será nossa vida.
A gente conversa tanto sobre isso. E nossos olhos brilham quando os planos vão sendo feitos.
Estou com saudade, mesmo com apenas dois dias que não o vejo.
Mas parece que a saudade cresce com a distância pra mim.
E assim, peguei no sono.
Um sono bom, cheio de sonhos, alem de rápido entrou em ação.
Realmente, a sua cama é a cama dos meus sonhos, e o sonho só fica melhor quando você está nela...
Junto comigo.
E assim há de ser por muito tempo.
Amém.


ps.: Parei pra ler, e vi como soou apaixonado esse post.
Além de não exteriorizar sempre, eu sei que sou uma apaixonada.
As vezes preciso escrever, pra não esquecer.

~'. Bons ventos, coisas boas...

E você acorda e percebe como as coisas mudam da noite pro dia.
E você levanta, abre os olhos e tudo começa a mudar.
Os sons fazem mais sentido pro seu ouvido.
As cores tomam uma nova mão de tinta, daquelas de ótima qualidade.
E tudo começa a seguir o rumo que já deveria estar em andamento.
O rumo que você sempre achou que já deveria estar seguindo.
E finalmente, você percebe que algo vem pra te completar.
Que algo começa a fazer parte da sua vida, essa sensação que você sempre queriaa.
Você se sente realizada.
E essa realização esta fluindo na minha vida, e estou disposta a que seus sons ultrapassem o nível que meus ouvidos possam ouvir.
É essencial pra vida de qualquer um, se sentir vivo, útil, uma peça que chega pra terminar o quebra-cabeça incompleto.
É uma sensação boa.
Algo maravilhoso de se sentir.
Quando alcançar essa auto-realização não há o que me deixe em estados lastimáveis.
Estou passando a acreditar em mim, e embora pareça que isso já deveria ter acontecido e realmente possa ser que já existisse dentro de mim.
Mas agora, está exposto pra quem quiser ver.
Dias melhores virão.
Posso sentir o cheiro a cada passo que dou pra frente!

ps.: Saudade de meu amor, que a viagem seja breve. Nem um adeus pude dar!

terça-feira, 31 de agosto de 2010

~'. Um futuro bom vem vindo!

~'. Me dói ver sua confusão.
Ver sua dor e não poder arrancá-la ai de dentro.
Nada que eu diga vai te fazer sentir melhor agora.
Mas como desistir de fazer que seu rosto carrancudo e sem o mínimo de paciência dê lugar ao sorridente e palhaço de diariamente?
Vai passar...
As coisa podem não mudar completamente, eventualmente elas não tem mudado.
Mas a inqueitação cessa.
A falta de paciência dá lugar a tranquilidade a pouco tempo.
Eu preciso que você use sua inteligência de forma correta.
Não aja por impulso, eu sei mais que ninguém que os caminhos trilhados quando agimos assim não são os melhores a serem seguidos. E por subsequência, você também sabe.
Então, me resta apenas te impedir, te implorar que aja com cautela.
Então, me resta apenas falar e falar mesmo que a tentativa seja vã.
Então, me resta apenas não desistir de te ajudar de alguma forma.
E tenha certeza, que de um modo ou de outro eu sempre tentarei te ajudar.

Pois quem ama, não desiste.
E eu amo você!

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

~'. Agoniaa...

~'. E quando a gente se pega sem saber o que fazer.
Quando não se sabe se está fazendo o certo ou o errado.
Quando não se sabe se aquela tal atitude vai melhorar, piorar as coisas ou apenas deixar na inércia de sempre.
É preciso ter força pra mudar.
É preciso ter força e coragem pra deixar de acreditar em tudo que na sua vida quase toda sempre foi real, nítido e cheio de cheiros agradáveis.
É preciso ter força pra dar o primeiro passo sem saber o que lhe espera.
Ainda mais quando o mais inconstante de tudo é você.
Como será que vou acordar amanhã?
Feliz, triste, arrependida, constante?
Essa é uma das várias icognitas que me acompanham.
Porque pra que não haja possibilidades de me magoar, penso demasiadamente no depois.
Acho que isso só me faz doer mais, remoer mais.
A decisão pra tudo é só minha, e isso é o que mais dói.
Não ser capaz de fazer apenas uma escolha.
Escolher o que você no fundo não quer, deixar o vento levar tudo que você tem de melhor...
Com o tempo, é isso que vai acontecer... grão a grão se esvaindo e as lembranças sendo apagadas.
Isso é agoniante.
Tudo é muito difícil, muito cruel...
Agoniante!
É muito grito, muito pesado, muitas vozes se misturando na minha cabeça sem achar uma solução inquestionável.

Porque tudo tem que seguir por esse caminho?
O mais doloroso, o que exclui a possibilidade de facilidade...
Eu não mereço está me torturando desse jeito, mas é impossível na cravar facas em meus pensamentos a todo momento.
Essa agonia aqui dentro, parece não ter fim.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

~'. espinho cravado no dedo

E uma dúvida cada vez mais crescente se instala na minha cabeça, no meu coração.
Quem foi mesmo que disse que a dúvida é o início da sabedoria?
Nesse meu caso meu bem, estou a beira do abismo apenas esperando o próximo acontecimento.
A dúvida é meu calo que dói, é meu espinho cravado no dedo, que me deixa inquieta, que me faz pensar mais que tudo, a todo momento.
E dói, dói pensar a todo momento e não ser capaz de encontrar um bypass!
E não ser capaz, de achar a válvula de escape.
É disso que estou precisando.
Um desvio que me leve pra fora desse mundo sem perspectivas.
Um desvio que me faça ver as coisas de forma mais real e ao mesmo tempo imaginárias.
Um desvio que faça minhas emoções serem equivalentes as minhas razões.
Um desvio que me der algo de concreto e abstrato.
Que satisfaça o meu querer e o meu amar ao mesmo tempo.
Um desvio.

Vai embora dúvida cruel, ninguém te chamou pra essa festa!

Jacqueline Soares

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

~'. Quando vi, já estava assim.

~'. Quando realmente diminui o ritmo, quase parando, olhei pro lado e percebi que o mundo é grande.
Quando comecei a desacelerar o passo constante e ininterrupto da minha vida, enxerguei a infinidade de opções que podemos ter, se finalmente estarmos dispostos a isso.
Sorrisos coloridos tem estampado meu rosto.
Tem dado mais vida, mais felicidade.
Ando maravilhada por ter começado a enxergar opções pros meus problemas.
Para o que eu achava ser um problema.
Esse deve ser o modo que encontrei pra começar a mudar a direção, que até agora eu achava ser única.
Simplesmente, só estou me dando mais uma oportunidade de viver minha vida, de um forma melhor!

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

~'. Quanto tempo eu tenho?

~'. Não vou mais roubar seu tempo, e nem tampouco perder o meu.
Já é tarde pra pensar sobre isso.
Mas é muito cedo pra dormir...
Então vou pensar em algo diferente.
Algo que vem roubando meu tempo.
E em algo que não me faz perder o meu!
É, a vida é mesmo engraçada...




Jacqueline Soares

quarta-feira, 14 de julho de 2010

~'. Planos para toda uma vida

Minha auto-confiança anda voando alto.
Isso me faz sentir melhor, acho que por isso ando tão confiante ultimamente.
Mesmo que seja um pouco difícil entender os pensamentos alheios, não são os atos e escolhas presentes que vêm me afetando...
E sim o que ando sentindo, o que os olhos conseguem me dizer sem uma palavra sequer.
Sem um movimento.
O que eu sinto, é capaz de anular qualquer ato indesejado por mim.
É capaz de me mostrar o que seus atos podem estar escondendo.
E isso o desarma.
E me mostra além do que qualquer outro olho pode ver.
Quando possuo absoluta certeza de algo, as pequenas coisas que me incomodam não consegue me abalar por inteiro.
Elas são passageiras.
Elas possuem tempo determinado para que possam continuar vivendo.
Elas se vão com o tempo, seja muito ou pouco.
Mas os nossos planos nunca foram passageiros.
Eles são concretos, são planos pra toda uma vida.
E eles vão permanecer.
Sinto que minha vida não pára, e realmente não deve estagnar, mas mesmo assim tenho a sensação de que as coisas voltarão ao normal a algum dia.
Seus olhos que não conseguem me encarar, seus olhos brilhantes e cheios de cor, clamam pra que eu veja isso.
Espero que seja verdade.
Mesmo desejando tudo isso pra já, mesmo me esforçando ao máximo para entender qualquer que seja os seus motivos, mesmo que tenha dúvidas se ainda posso estar aqui quando esse momento chegar.
O momento que venho esperando por muito tempo.
O momento que se eternizará em nossas vidas.


Nunca troque o que vc mais quer na vida, pelo que quer no momento.
O momento passa...
Mas a vida continua!

terça-feira, 6 de julho de 2010

~'. Escolhas.

~'. Nunca troque o que você mais quer na vida, pelo o que você quer no momento.


O momento passa.


Mas a vida continua.


=]


( Autor desconhecido, por mim...)

segunda-feira, 28 de junho de 2010

~'. desejos passageiros.

~'. E meu coração aperta, sacode, estremece, grita de agunia quando meus olhos enxergam algo indesejado.
Por algum tempo ainda será assim.
Até que ele se acostume, se acalme, encontre um novo alguém que possa habitá-lo.
Mesmo tendo a impressão nítida que amor não se morre, eu ainda procuro uma outra pessoa que possa chamar de amor, que possa dar carinho, que possa me proporcionar momentos de felicidade.
Combinamos de nos casar em 2015. Uma amiga me lembrou isso hoje.
Daqui a uns dias ele chegará, e já não tenho mais certeza de nada. Quer dizer, nunca temos certeza de nada.

Sinto saudades, vontade de está junto, desejo daquele abraço gostoso, daquele carinho.
Mas não posso fazer a mesma coisa de sempre, não, não posso.
Preciso ficar longe, me manter forte.
Eu sei que ele sente saudades, vontade de estar junto, desejo desse meu abraço gostoso, desse meu carinho.
E vou fazer com que, ele sinta isso em proporções cada vez maiores.
Não por vingança, não por raiva. Mas por amor.
É difícil deixar de lado alguém que você ama, alguém que você consegue sentir que te ama.
Eu sinto que ele me ama. Eu sei disso.
E por sempre ter sido amiga dele a vida toda, eu consigo entender ele.
Eu não posso impor que fique comigo, não quero nada por obrigação.
Quando ele perceber que sou mais importante do que qualquer desejo passageiro, ele volta.
E é uma pena não saber se vou estar aqui, ou não!

domingo, 20 de junho de 2010

~'. Tudo que é certo, pode mudar.

Quando a vida toma um rumo diferente do qual queremos, do qual insistimos em ser, nos revoltamos, choramos, esperniamos.
Mas de que adianta tudo isso?
De que adianta se importunar por algo que não faz mas sentido, por algo que não vai voltar?
Esperniei, chorei, gritei, xinguei, dei piti.
E agora parece que nada aconteceu.
Estou tentando viver de uma forma mais sutil, esquecer com verdade, com sinceridade, com vontade, com volume máximo.
Tudo mudou tão de repente, tão sem explicação. E eu por um momento me vi sem chão.
Me vi perdida num mundo que construir e passei a habitar.
Nada mais disso faz sentido agora.
E de novo, preciso me adaptar.
Me adaptar ao mundo no qual eu posso viver de uma forma melhor, de forma voraz, de forma superior.
É isso que eu sou, superior.
Preciso dar a valor a quem sou, a quem construir com o decorrer do tempo...
E esquecer do que me puxa pra baixo, do que me deixa paralizada, do que me faz estagnar.
Já estou melhor, tudo isso vai passar.
Novamente, na vida de sempre.
Só que recomeçando a construir minha ponte de outra forma, por outro ângulo!
Um ângulo cheio de cores, formas... Cheio de vida.
A vida que eu quero viver!

sábado, 12 de junho de 2010

~'. O meu namorado


~'. Mais um ano ao seu lado.
Mais um ano de aprendizado, mais um ano de stresse, mais um ano de felicidades, mais um ano regado de amor e paixão.
Só queria reforçar, que estar ao seu lado é indescritível.
E que peço a Deus todos os dias pra abençoar nosso amor, pra eternizar esse laço único que nos une.
Sei que nossos planos vão ser concretizados, e que vamos ser muito feliz por isso.
Que a harmonia, o carinho, o amor, o companherismo e o respeito, tomem conta do nosso relacionamento.
É maravilhoso tê-lo com meu namorado, meu amigo, meu melhor!
E sei que essa essência do nosso amor, nunca vai deixar de existir.

' Alegria é olhar pro teu sorriso e ter você
Sempre ao meu lado
Alegria é estar junto a você e poder ser
A sua namorada!'

Hoje não vou escrever a quantidade de linhas de sempre, serei breve. Pois o que tenho a dizer é tão grande, mas suas palavras palavras tem poucas letras.

Te amo, e disso você já sabe!
(L)

quarta-feira, 9 de junho de 2010

~'. Nem sempre sou o que deveria ser

-'. Não é sempre que  falo a verdade, não é sempre que demonstro sinceridade.
Sim, eu sou imperfeita. Cheia de cicatrizes que a vida vem me deixando a cada dia.
E ainda bem que algumas já estão cicatrizadas.
Muita coisa dolorosa já se foi, já passou e eu superei.
Ultimamente tenho pensado tanto na vida, no que me aprisiona, no que não me faz bem e ainda não consigo me livrar.
Um luta vã, contra os defeitos que me deixam em pé e que não tenho coragem de excluir da minha vida, por muitas vezes serem os culpados pelo meu sustento e me tornar mais forte.
Nem sempre sou feita de risos, de felicidade explícita.
Muitas vezes fiz escolhas erradas, cometii erros um tanto de vezes multiplicados, até aprender a acertar.
Acertos do jeito que escolhi, para que signifiquem acertos pra mim, não pra os outros.
Muitas vezes anulei minhas escolhas, me anulei por escolhas alheias.
Dei valor excessivo a quem não merecia, chorei por quem não prestava.
Imaginei um mundo que não existia, recebi o que não merecia.
Mas só depois disso tudo, percebir que o maior erro, é esperar algo de alguém.
É por expectativas em outro ser humano.
Nem sempre faço o que espero, porque esperar pelos outros?
Realmente a vida ensina a gente a viver, quando queremos aprender a viver melhor.
Os meus erros e meus acertos, me tornaram a mulher que sou.
Talvez escondendo a menina antiga que era, com alguns sonhos parecidos, alguns desejos similares.
Nunca perdemos de forma completa a essência de quem somos.
O que é importante fica!

quinta-feira, 20 de maio de 2010

-'. espero que o tempo voe.

-'. Em determinados momentos, parece que tenho um excesso de carência.
Uma excesso de necessidade de atenção, de carinho.
O que me "alegra" é saber que só tenho esse surto, quando alguma possível causa se faz presente.
Não tenho recebido ligações, não tenho recebido mensagens, tampouco visitas.
As conversas sempre rápidas, rondam essa semana que vem acabando.
Na sexta, fomos ao cinema ( detalhe: Ivete Sangalo sentada na minha frente =] . nem dei ibope a ela.hsadhuauhd) depois fomos jantar, e conversamos tanto, namoramos tanto, foi tudo muito lindo.
Depois de uma noite digna de namorados, no final de semana as nossas direções tomaram rumos opostos. Cada qual com seus amigos, e até a esse ponto eu me sentia bem. Todos precisam de um momento de liberdade. No domingo, acordei na hora do concurso e ele me levou, passei a tarde toda fazendo prova.
No início da semana senti falta das ligações, das mensagens, das visitas, do tempo juntos, e a semana foi decorrendo sem isso.
Estou triste agora, com os olhos formando nuvens que me impedem de enxergar o que realmente estou escrevendo. Me segurando para que elas não se vá.
Não quero chorar.
Não quero fazer tempestade em copo d'água.
Mas estou me sentindo tão só.
Eu sei, eu sei que ele anda numa semana de prova, e que tem ido pra faculdade a tarde para estudar só voltando a noite.
Eu sei, que ele deve está com a cabeça a mil pensando que pode perder numa matéria.
Mas isso não impede de dar uma ligação.
Não impede de me retornar pra dar um alô, depois que mando mensagem dizendo que passei mal na madrugada.
Não impede de fazer como sempre fez, ligando pra saber se já almocei, se estou bem, que está com saudades.
E isso vem me incomodando. Esses seis dias estão se arrastando, pedindo que o tempo pare. Parecem não passar.
E enquanto isso minha carência só aumenta.
Termina semana, acaba logo pra que a sexta a noite possa chegar...
Termina pra eu poder enxergar a causa dessa distância.
Termina pra que as provas se vá, junto com você.
Quero meu namorado de volta.

Saudades que meu peito não pode sustentar!

Espero que o tempo passe
Espero que a semana acabe,
Pra que eu possa te ver de novo
Espero que o tempo voe
Pra que você retorne,
Pra que eu possa te abraçar e te beijar de novo!


Nando Reis

sexta-feira, 7 de maio de 2010

-'. o quanto é bom ter defeitos.

-'. Estive pensando o quanto é bom ter defeitoos e qualidades.
O quanto é bom, não ter somente experiências maravilhosas e benevolentes.
O quanto é bom, ter uma desavença com alguém.
O quanto é bom, ter alguém que você não goste, que você não vá com a cara.
Descobri que possuo defeitos, que me deixam em pé, que me sustentam, que me equilibram.
E o quanto seria desastroso pra mim, se eu deixasse de possuí-los.
Tudo na vida deve estar em um constante equilíbrio, tem que está sincronizado de alguma forma, sempre contatenando sentimentos ou momentos bons e ruins.
É incrível como muitas vezes achamos que devemos excluir de nós mesmos, os que as pessoas acham incorreto, fora do comum, abstrato. O que elas acham que não devemos possuir.
Só nós sabemos os que nos deixam firmes, o que nos faz melhor ou pior.
Pra aprendermos a dar valor a certas conquistas, temos que viver o custo que ela nos oferece, temos que pagar o preço. E é nos momentos mais difícieis que começamos a dar o verdadeiro valor que cada ato ou conquista merecem. É nos momentos mais difícieis que começamos a dar o verdadeiro valor a quem nos acompanha constantemente, a quem nos ama de forma leal e sincera. É praticamente nos momentos ruins, que conhecemos o lado amargo e doce da vida ao mesmo tempo e muitas vezes na mesma intensidade.
É vivendo uma briga, uma desavença com quem não gosta ou com quem ama, que vc inicia o aprendizado de limites, que você começa a discernir o que é ódio, o que é raiva, o que é um stresse passageiro ou uma briguinha boba. É claro que ninguém gosta de passar por caminhos obscuros, e seria hipocrisia minha dizer que gosto. É claro que não gosto, mas estou tentando aceitar e ver o lado bom que existe em tudo que há nesse mundo.
Eu gosto de falar, explanar tudo e tentar resolver. E era quase inaceitável viver com alguém que prefere se calar, ocultar as coisas, como uma forma de manter o stress a distância ou algo do tipo que ainda não consigo desvendar. Estou aprendo a me conformar com isso.
É muito obscuro passar a pensar dessa forma, na realidade é complicado respeitar opiniões que divergem das suas.
Ando captando, que não se deve viver apenas de momentos nomeados de lindos e esplêndidos, e sim de momentos que de alguma forma o torne completo e te ensine a essência que a vida te oferece!

segunda-feira, 26 de abril de 2010

-'.

-'.Sou chata, irritante, ignorante, irônica e o que mais mereça que eu seja.
Mas não sou burra, nem mentirosa e nem sempre sou tão ruim, caso mereça isso.
Possa ser que seja boba, muitas vezes não veja maldade em tudo.
Mas eu não esqueço nem o bem e nem o mal que fizeram a mim, posso até ser benevolente e perdoar.
E quando perdoo, é de coração.
Posso até equilibrar o bem e o mal que me fizeram, numa tentativa inútil de esquecer.
Mas não esqueço.
Odeio fazer papel de boba... Odeio que me escondam algo, quando todo mundo já sabe e eu era a primeira que deveria saber.
Odeio esse ar de superioridade, de cinismo, de ironia.
Acho que a ironia é contagiosa, pois ando com a ironia nos lábios como uma tentativa vã, de submergir toda minha raiva, minha indignação, minha falta de paciência.
As vezes isso funciona aos olhos de quem está do outro lado, mas hoje vejo que a ironia não é nada mais do que esconderijo.
Um esconderijo para que se sinta melhor, uma esconderijo para quem procura alívio.
De esconderijo, ela não possue nem um fio dos cílios, a ironia não passa de um vidro transparente, no qual todos podem enxergar o lado oposto, basta uma forcinha qualquer.
No qual se vive de aparências que muitas vezes enganam aos outros, mas aparências que não conseguem enganar a nós mesmos, basta viver pra saber.
Ele vive de ironia, e descobrir que ele pode se encontrar na mesma forma que eu me encontro hoje.
Descobrir que ele sente e tenta esconder, que ele chora e vem submergindo as suas lágrimas.
Possa ser que sim, possa ser que não.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

-'. canalhas.

-'. Nesses últimos dias, tenho andado abismada com os altos níveis de falsidade que nos rodeiam.
Fiquei triste, triste por viver com pessoas aproveitadoras, mentirosas, nojentas e calculistas por tanto tempo e só ter percebido agora. Sensação de cegueira, de ter sido estúpida todo esse tempo sem enxergar tudo que estava a palmos dos meus olhos.
Realmente não sei o que os levam a ser assim. O prazer do desagrado.
Quase todos do meu ciclo de amigos, vem sofrendo com diferentes pessoas, alguma forma de mentira, engodo, má fé.
Pessoas que se camuflam em um ar de sinceridade e amizade verdadeira, se omitem pra levar vantagem as custas alheias. Vivem de criar intrigas, inventar histórias, intensificar palavras, vivem de serem desonestos. Em troca de que? É o que eu vivo me perguntando.
E não encontro nenhuma resposta plaúsivel para estarem nesse grau de desonestidade.
Na realidade sinto pena. Pena de pessoas que tentam consquistar os outros com confissões que jurou segredo, ou tentando desfazer relacionamentos que já existiam, ou criando uma imagem inexistente do outro e passando essa imagem como fosse verdadeira, sem pelo menos conversar e saber o ponto de vista do outro.
É muito difícil conviver com pessoas assim. É complicado ter que ficar se omitindo de conversar com sua melhor amiga, porque alguém chegou. Alguém que deveria ser seu amigo e você deveria confiar, te deu margens pra que isso não aconteça mais. E infelizmente as pessoas não se tocam. Elas não sentem ou não querem sentir que estão incomodando ou que a presença delas ali não é agradável.
Tenho me privado bastante de contar minhas conquistas, meus segredos, minha vida. Estou receiosa com quem me rodeia, mas sei em quem devo acreditar. Por isso, agora tenho falado menos, estou mudando. Logo eu, que sempre tive minha vida como um livro aberto. Estou vendo que não é proveitoso continuar vivendo assim, com esse povo que anda se mostrando falso.
Fico chateada quando falam de mim, comentam e eu ao menos posso me defender. Ao menos posso saber porque a pessoa pensa desse jeito. Pra mim sempre foi preferível que chegasse em mim, conversasse, cuspisse tudo na minha cara, ai sim não trataria como falsidade. Caso contrário pra mim é falsidade sim!
E por causa dessa percepção, tenho cuidado mais de mim. Tentando deixar a inveja e pensamentos negativos a quilômetros de distância. E sei que isso só me fará melhor!

"Tudo vai melhorar quando a maioria das pessoas de bem forem mais ousadas que as canalhas."
(Arnaldo Jabor)

segunda-feira, 12 de abril de 2010

-'. namorado

-'. Estamos andando no mesmo ritmo.
Nos encontrando na entrada de uma mesma porta.
A felicidade entrou por ela, a harmonia vem seguindo o mesmo caminho, e estamos nos percebendo, nos entregando ao inevitável.
Ando exalando o cheiro da minha felicidade por onde passo, espalhando a essência do bem-estar, do que me faz bem, exalando amor.
Eu sempre acreditei que esses dias considerados perfeitos por mim, chegaria a algum momento. E hoje sei que valeu a pena, esperar e acreditar e acreditar que tudo se concretizaria.
Eu ando tão feliz, demonstrando o tamanho do meu carinho, 'aprendendo' que nenhum  dos dois estão no acostamento, e sim na estrada principal, unidos em busca de uma trilha maior.
Você não sabe o bem que anda me fazendo... se tudo terminasse hoje (e é claro que é só uma hipótese, que Deus abençoe a nossa relação!) , eu colocaria um ponto final com alegria, por saber que tudo é recíproco, por saber que tudo que sempre esperei e imaginei sempre existiu e por saber que você me ama.
Nada é mais confortante do que seu abraço quando estou em pânico, quando o medo e a tristeza tomam conta de mim. Eles me dão força, me impulsionam a superar, a querer ser melhor.
Você me incentiva a evoluir, a querer sempre mais. E se não fosse isso, já teria desistido de nós, e agora não estaria descobrindo o quanto é maravilhoso acreditar e logo após, descobrir que é mais do que gratificante agarrar com força o que o coração insiste em dizer.

Eu só sei que eu te amo, te amo do meu jeito, te amo do jeito que tem que ser.
Eu só sei que eu te quero, te quero como ninguém, te quero da forma mais linda que possa existir.

Eu só sei que você é meu namorado que sempre esperei, o namorado que nunca tive, o primeiro que valeu a  pena esperar pra ter!

'Eu não sei o que me domina
E mesmo assim não penso em me livrar
Num fascínio de alma gêmea
Você em mim constrói o seu lugar
  
O amor se fez me levando além onde ninguém mais
Criou raiz, ancorou de vez, fez de mim seu cais
Lendo a rota das estrelas

Nesse abraço se fez um ciclo
Que não tem fim e é todo o meu viver
É como alcançar o infinito
Reflete em mim e volta pra vc '
Jorge Vercilo

terça-feira, 6 de abril de 2010

-'. Mila

-'. Já brigamos.
Já nos desentendemos.
Mas entre quais amigos isso já não aconteceu?
Já cometi vários erros com ela, e foi recíproco.
Mas também já acertamos incontáveis vezes, e a reciprocidade nunca deixou de existir.
Já senti ciúmes dela, e é claro que a ciumenta também já teve muito ciúmes de mim.
Mas sempre tudo é resolvido.
Ela já viu meus atos como decepcionantes, ela também já me decepcionou.
Mas como o caminho da superação é trilhado por nós, superamos tudo a seu devido tempo.
Já passamos por tantas, tantasss juntas...
Tantas ruins, tantas boas, tantas maravilhosas e inesquecíveis, tantas inimagináveis.
Como está num show maravilhoso, ouvir uma música, todo mundo cantando e a gente só pulando dando risadas de nós mesmas por sermos as únicas a não conhecerem a música,  ou ensinar um gaaato a dançar "pirou minha cabeça e o coração...", ou estarmos no ônibus, entrar um cara mal encarado e eu falar: " é de la da rua" e vc entender "é ladrão de rua" e entrar em pânico, ou simplemesmente nos acabarmos de rir por horas por causa de uma foto de bizarra de um amigo nosso, ou ir encontrar algum "paquerinha" no shopping e descobrir que ele é um nerd ou um "pokémon". kkkkkkkkkkk, ou entre tantas outras.
E essa cumplicidade nunca pode deixar de ter vida, nunca pode deixar de florescer a cada dia, e isso só depende de nós. Só depende de nós cuidarmos desse sentimento e amizade como flor, regando pra que sempre permaneça colorida, cheia de vida e bonita de se ver.
Ainda tenho vontade de te mostrar tudo que sou capaz e você acha que não, ou por me conhecer demais, ou por querer me incentivar a ser capaz.

Eu te amo tanto, tanto...

Essa amizade não se desfaz ao vento, ou é abalada por erros já reconhecidos e perdoados.
Sempre levo você comigo, a sua essência.
Há tanto momentos que preciso de você ao meu lado, me dando uma  opinião qualquer, seja pra dizer: "essa roupa está ridícula!" - "tá faltando um pouco de sal" - " seu cabelo tá lindo hoje" - " a maquiagem tá forte" - " joga duro em cima dele amiga" - "vamos jogar buraco? =D"...

Já ficamos separadas por um tempo, mas o que importa é que estamos juntas. Nem com a amizade de 3 anos atrás, porque é passado. E nem com a amizade de 2 anos a frente porque é futuro. Mas com essa amizade do presente, essa que abre meus olhos quando estou errando, essa que só quer meu bem, essa que as vezes é irredutível, essa que se faz presente na minha vida pra mostrar o quanto é ESSENCIAL e sempre será insubstituível nela.

Te amo. <3

segunda-feira, 29 de março de 2010

-'. a idéia de uma amizade ideal.

Um amigo ideal, como seria?
Acostumada com a imperfeição, fica difícil julgar o que seria perfeito.
Mas ainda assim, vou tentar.
Sou rodeada por pessoas que possuem muitas qualidades que se incorporam no idealismo perfeito.
Eles me deixam felizes por pouco, bem pouco.
Seja jogando uma partida de buraco, ou apenas conversando em algum lugar.
Seja fazendo um almoço de última hora, ou assistindo um filme qualquer.
Seja fazendo algo de interessante, ou seja fazendo exatamente nada.
Seja se maquiando só pra tirar foto, ou seja olhando as estrelas.
  - Um possue aquela força, que me direciona a exercitar minha inteligência, e a usá-la da melhor maneira.
- Outro, vive falando coisas engraçadas a todo momento, fazendo com que minha alegria e alta-estima andem em níveis elevados.
  - Um já morou comigo, já dividimos todos os momentos, sejam bons ou ruins, e sempre esteve do meu lado pra tudo.
- Outro, mesmo longe, sempre se faz presente na minha vida acompanhando e sabendo de tudo que se passa.
  - Um sempre me admirou, vivíamos numa constante sintonia e erámos confidentes um do outro.
- Outro, está sempre do meu lado, me ouve e mesmo com desavenças passadas que já vivemos, hoje é mais que especial.
  - Um é meu irmão, vive comigo, trocamos histórias, conselhos, é alguém que eu amo verdadeiramente.
Amizade ideal seria aquela verdadeira, aquela onde o amor mútuo e o companherismo andam lado a lado.
Seria aquela em que pudessémos repousar nossas cabeças no momento que mais precisamos e nos sentirmos melhor,  aliviados só pelo abraço caloroso.
Amizade ideal é dividir muitos momentos juntos, é chorar quando o outro sofre, é dar força quando o outro precisa, é mesmo só, sentir-se junto, sentir-se acompanhado, ou por uma msg, um telefonema ou um pensamento.
Amizade ideal, é comprar um presente e dentro da loja, já poder imaginar o sorriso sincero do outro. É doar-se. Não julgar, apenas aconselhar e tentar entender os erros. É nunca abrir mão de alguém, pelo contrário, é acompanhá-lo em todas as cirscunstâncias.
Amizade ideal, é poder sentir-se seguro, sempre com os pés no chão.
  - Um possue aquela mania de algumas vezes ser frio, chato, não falar direito como se tivesse feito algo cruel a ele, mas isso logo passa, e além de achar estranho, já me acostumei a dar o tempo que ele precisa pra voltar ao normal.
- Outro as vezes leva tudo na brincadeira e é capaz de mim levar a degraus elevados de stress continuo.
  - Um ás vezes não me entende, acha que devo fazer o que acha certo, assim querendo que passe por cima de sentimentos que estão aqui dentro.
- Outro, deixar claro sua opinião contrária a certos assuntos,  mas fica contente quando estou bem e me dar esporro quando estou triste.
  - Um me irrita quando mente por coisas bobas, e quando não consegue exprimir o sentimento de forma entendível para todos.
- Outro, quando ligo com voz de choro não consegue identificar que estava chorando e diz que precisa durmir, me deixando só.
  - Um insiste pra meu namorado ir por's reggaes com ele e sem mim, e me deixa puta da vida quando fica enchendo o saco.
Respectivamente meus amigos possuem essa qualidades e defeitos. Alguns que ainda me incomodam, alguns que já superei.
Além de ter idealizado uma amizade ideal, estou muito feliz com os amigos que possuo.
No conjunto, uns conseguem equilibrar a falta que os outros fazem em alguns pontos, e isso me deixa equilibrada e satisfeita com o amor que me é direcionado e demonstrado.
A amizade é pra isso mesmo, fazer nos sentir amados e nunca sozinhos.

A amizade é o amor que nunca morre!
Mário Quintana