quinta-feira, 28 de outubro de 2010

~'. Moh...


O meu amor chegou sem eu perceber, sem eu nitidamente ver...
Sem eu sentir.
Ele veio aos poucos...
Conquistou todo tipo de amor que poderia ser construído dentro de mim.
Passou por todas as fases.
E só assim ele pode aparecer.
E só assim ele pode ser tornar visível.
E só assim, eu pude despertar e ver que meu amor, sempre andou lado a lado comigo.
O que seria mais extasiante do que isso?
A descoberta de uma grande amor...
Não há extravagância, não há nada fora do comum.
Apenas as respostas pra questões nunca respondidas por mim.
Esse laço é singular, é composto, é abstrato, é estranho, é amor!
Amor, ao qual não abrirei mão.
Amor, que durará e se eternizará...

2 comentários:

Crista disse...

\o/
Sei que vais morrer de curiosidade em querer saber quem passou por aqui e fez...\o/....para ti e teu blog!!!!!
1/2 beijo ....rsrsrsrs

Ana Paula Borges disse...

Que lindin moça!
Tá apaixonada...*_*