terça-feira, 23 de outubro de 2012

~'. Só o amor basta?

~'. Toda vez que penso em me afastar de vc, algo acontece. Sinto que precisa de mim, sinto que preciso de você... E todos os nossos defeitos e diferenças se tornam pequenos diante de tudo que passamos juntos. Tenho pensado muito em por um fim em tudo ultimamente... Estou vivendo aquele momento extremo do cansaço, onde um pingo de água vira uma tempestade. Há muitas coisas que ainda não consigo aceitar e nem sei se algum dia vou ser capaz de aceitar. Mas também sei que o mesmo pode acontecer com você em relação a mim. Essa impressão de distância que vem do nada, e que demoro a perceber que não devo me assustar nem temer esses afastamentos, pois quase sempre nos faz muito bem. E muitas vezes não passam de impressões. Ando nessa indecisão, sem saber se vou ou se fico. Ando confusa, pensando no fim a cada briga, pensando na permanência a cada sorriso. Na realidade acho que isso acontece com todo mundo. Essa fase de transtorno e confusão. Se eu não sentisse esse amor, essa paixão que explode toda vez que estamos juntos, se eu não sentisse esse carinho lá do seu jeito e esse olhar em que confessamos todos os sentimentos, eu já teria desistido. Mas existe amor, e até hoje ele ainda resiste aos nossos defeitos, as nossas falhas. Só não sei a té quando.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

~'. Eu só sei que é amor!

~'. Ás vezes paro e penso: " Como duas pessoas, dois mundos completamente diferentes, se suportam por tanto tempo?"
Pois é, se completam 7 anos desde a primeira vez que nossas bocas se beijaram pela primeira vez.
Fazem 7 anos que um sentimento novo surgiu e nos proporcionou um comportamento bem além do que velhos amigos e confidentes.
Nos tornamos mais que isso, concatenamos mais um significado na nossa relação - amantes.
Nos amamos desde o começo, mesmo que eu sempre dissesse que não.
Nos amamos desde o começo, mesmo que todos ao nosso redor não enxergassem.
Nos amamos desde o começo, mesmo que nos comportássemos de uma forma estranha aos nossos olhos e aos olhos alheios.
Sempre foi amor desde sempre.
As dificuldades chegaram...Os problemas vieram... O circo fechou... Tudo se deu como acabado... Tudo retornou a seu devido lugar... E hoje estamos aqui, juntos além de tudo que tivemos que superar.
Nada foi em vão.
Eu mudei, você mudou, nosso relacionamento mudou e com certeza ainda irá se transformar muito com o decorrer do tempo, mas a nossa essência, aquela mesma essência do começo eu espero que permaneça.
Nem sempre concordamos com o outro, afinal temos dois mundos diferentes. Mas possuímos o mesmo ideal, ficarmos juntos.
E foi esse ideal desde o início que nos fez permanecer unidos por tanto tempo.
Já ficou provado que não sou uma pessoa que desiste fácil e agradeço a Deus por não ter desistido de você.
Você que ilumina meu dia.
Você que me leva a fazer planos, que me leva a ser melhor, que me leva a ter paciência, fé e sabedoria. Afinal, com você eu preciso muito de tudo isso. =D
Você que me faz feliz, que me faz triste, que me faz amar.
Você que me faz te amar.
A cada dia mais.
Esse amor, essa paixão, esse prazer de estar com você, não se perdeu com o passar de todo esse tempo. E nem há de se perder.
Eu só sei que é amor, que sempre foi e que sempre há de ser, mesmo que mude!

Te amo,  e obrigado por me aturar por tanto tempo!!




segunda-feira, 10 de setembro de 2012

~'. Trairagem --'

~'. Tem gente que entra na nossa vida e nos faz sorrir. Finge ser o que não é e nos faz chorar. Bagunça tudo, nos dá conselhos, faz intriga ou tenta plantar a semente da discórdia, meche com nossas cabeças, nos faz ver dúvidas onde não tem e no fim das contas conseguimos afastar elas de nós.
E de que serviu tudo isso?
Pra elas, o gosto de se vingar, de brincar, de abusar, de perturbar nossa vida e achar que saiu vitoriosa.
Pra nós?
Só serviu pra nos deixar mais fortes, mais espertos.
Serviu pra não nos deixar sermos facilmente manipulados.
Na realidade, essas pessoas entraram nas nossas vidas para fazer exatamente o contrário do planejado, nos tornaram melhores, mais fortes e mais felizes por nos fazerem entender que sempre vamos saber superar cada dificuldade que é colocada no nosso caminho.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

~'. O bendito do ciúme

~'. Ciúmes...
Esse sentimento precisa ser tratado, lapidado e quando alguém descobrir como se faz isso por favor, me avisa!
A mulher precisa ter segurança, de se sentir a dona da situação.
Os homens acham que só pelo fato de estar namorando, casado ou em algum relacionamento, já provou pra ela que pode ter toda a segurança do mundo.
Mas esquecem que mulher precisa se sentir segura sempre e sempre.
Precisa se sentir amada, precisa ouvir que é amada.
Odeio ciúmes, odeio de todo meu coração.
E me revolto com quem me faz sentir esse troço que só traz dor.
Como eu li um dia desses: " Homem tolo é aquele que faz sua mulher sentir ciúmes, homem sábio é aquele que faz sua mulher ser invejada..."
E disso, eu tenho certeza!

terça-feira, 3 de julho de 2012

~'. Um caso sério

~'. O amor é mesmo um caso sério.
Uma caso bom de ser contado, de ser acompanhado.
Ao mesmo tempo que tem paixão, tem carinho, tem cuidado...
E as coisas se passam, acontecem, viram lembranças recordadas a todos os dias.
Porque amor que é amor, se repete a cada manhã, não se vai.
Te quero tanto bem, que fica difícil descrever.
Esses sorrisos que surgem do nada, que surgem com uma simples palavra de ousadia ou de carinho.
O nosso amor me faz bem, não me deixa num estado de alegria, me faz feliz plenamente.
Mesmo nas noites de tempestades, mesmo nas declinações e nos dias de escuridão.
Mas a sabedoria que se torna presente nesse laço a cada dia mais, não deixa o orgulho permanecer.
E mesmo depois das noites frias, aquele frescor incrível da manhã de sol prevalece.
Aqueles raios que aquecem o coração, retira todo frio e ilumina a escuridão.
Não precisamos do outro pra sermos completos, esse fardo é muito pesado pra qualquer um de nós assumir. Mas precisamos do outro pra vivermos melhor, pra ser mais leve, mais sorridente, mais prazeroso.

O amor é mesmo um caso sério.
Uma caso bom de ser contado, de ser acompanhado.
E é por isso que acompanho o nosso amor.
Letra por letra, página por página, livro por livro.

Te amo!


quarta-feira, 13 de junho de 2012

~'. Amor próprio

~'. Já chorei de soluçar, borrei toda maquiagem e tudo que queria era ficar na cama até não sei quando.
Mas quando me olhei no espelho e vi aquela mulher com cara de derrotada, fraca e deprimida, percebi que ninguém merecia ver aquele reflexo, NEM EU MESMA.
Lavei o rosto, me recompus, me maquiei e em vez da cama, escolhi o barzinho com as amigas!
E te garanto, foi a melhor escolha que pude fazer!

=D

sábado, 2 de junho de 2012

~'. Compromisso!

~'. Chega uma hora que precisamos amadurecer, nem que seja aos empurrões.
Quando os objetivos passam a viver constantemente nos seus pensamentos, nos seu planos e a vontade de concretizá-los é maior que qualquer outra que possa existir, tudo muda.
Surge força de onde achava ser uma terra infértil.
Brota alegria de onde a tristeza havia criado raízes.
Surge coragem de onde só florescia preguiça.
A gente cresce, procura seguir ao que denominou como o foco da vida e corremos atrás.
E essa corrida começa assim, com uma simples conscientização de que as coisas precisam se transformar para que o resultado seja proveitoso.
Esse é o pontapé inicial.
A visualização das suas necessidades iniciais, para o que o final seja como o desejado.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

~'. "E quem disse que viver é fácil?"

~'. Aquele momento em que tudo parece tremer na sua vida, a ponto de ruir, mas isso não acontece.
Ora você se encontra feliz, satisfeita, confiante em você e no que conquistou.
Ora tudo parece fugir do seu controle, e vai do céu ao inferno em segundos, a baixa-estima toma o lugar do que achava que era conquista, e parece que nada dá certo.
Começa a fase das preocupações, com o presente, e principalmente com o futuro.
Será que vou ser o que quero?
Ter a família que sempre imaginei?
O emprego desejado e o salário esperado?
Viver não é nada fácil.
Demonstramos o que não existe, pelo simples fato de que quando demonstramos fraqueza atacam nosso pontos mais desprovidos de força sem dó, e não mais porque vivemos iludidos ou queremos que alguém tenha inveja.
Essa mudança de adolescente para adulto, meche com tudo.
Você realmente muda, além que tudo tenha exceções.
Aquela pessoa que você ama, mas não dava a atenção merecida e suficiente se torna alvo certo de todo seu amor.
O medo de perder, aquela velha história de dar amor enquanto se pode se dar amor, e não lamentar a perca.
E começa a julgar o que impõe como certo ou errado, mesmo que não explane, e realmente certas opiniões nem precisa ser aberto ao público.
A cabeça muda, beijar várias bocas num só dia não tem mais graça.
A velocidade excessiva toma outro sentindo.
Tudo tem mais vida, observo cada pessoa, cada ato.
E ainda insisto em me colocar 40x se for preciso no lugar do outro.
E sofro por não dizer o que quero e escutar o que não faz sentindo.
Compreendo e entendo a liberdade do outro de pensar diferente, ter opiniões opostas, mas ainda sangro por achar que meu modo é o certo e deveria acontecer desta forma, e não daquela.
Sempre me achei tão adulta, e várias vezes pulei anos a frente da minha idade.
Mas muitas vezes não passava de uma menina, cheia de planos, com uma bagagem de sonhos, fingindo ser uma mulher feita.
Uma mulher que ainda não existia.
Uma menina que não sabia o que era amor, amor desses de verdade, de virar a cabeça e o coração, desses que você tem certeza que se um dia for de acabar o relacionamento o amor sobreviverá, mesmo que de outra forma de amor.
Amor é sempre amor.
Algo duradouro que você sente que é pra sempre.
E não paixão que acende e apaga.
Se pudesse casaria hoje mesmo, por saber que acima de todas as diferenças eu tenho amor.
E com amor eu posso casar e ser feliz.
Sonho com meus filhos, minha família completa.
E quero que isso chegue ao meu alcance mais rápido que tudo.
Eu brigo comigo, me calo, as vezes até me sufoco, pra não querer sufocar o outro.
Isso estraga qualquer relação, e não quero estragar as minhas.
Sinto saudades daquele tempo, da minha coragem excessiva, da minha autoconfiança e autocontrole.
Eu era segura, e tem coisa melhor do que ter segurança no que faz?
Hoje eu me preocupo e penso, e se não der certo?
O que farei?
Pensamentos que deveriam ser inexistentes, vivem dentro de mim.

Só não posso estragar a mim.
A minha vida.
A minha confusão.
"E quem disse que viver é fácil?"

terça-feira, 20 de março de 2012

~'. O começo



‎~'. As coisas se concatenam, dão certo.
E não porque chegou o final. Na realidade está tudo começando.
E onde foi mesmo que vi aquela frase: "...Não desista, o melhor ainda está por vir..."
Agradeço a Deus, que por mais que tenha ouvido tantos outros emaranhados de palavras, esta frase foi a que escutei e internalizei.
Fui, voltei, um passo a frente, dois atrás, uma recusa, uma decepção, uma surpresa...
Não desisti, e o melhor está acontecendo.
E não porque chegou o final. Na realidade está tudo começando.
E da forma mais deliciosa que poderia acontecer.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

~'. Concreto e abstrato

~'. E quando queremos duas coisas ao mesmo tempo?
E quando você tem o concreto, mas também quer o abstrato?
Ano entra, ano saí...
E as dúvidas perduram.