Pular para o conteúdo principal

~'. Tudo que é certo, pode mudar.

Quando a vida toma um rumo diferente do qual queremos, do qual insistimos em ser, nos revoltamos, choramos, esperniamos.
Mas de que adianta tudo isso?
De que adianta se importunar por algo que não faz mas sentido, por algo que não vai voltar?
Esperniei, chorei, gritei, xinguei, dei piti.
E agora parece que nada aconteceu.
Estou tentando viver de uma forma mais sutil, esquecer com verdade, com sinceridade, com vontade, com volume máximo.
Tudo mudou tão de repente, tão sem explicação. E eu por um momento me vi sem chão.
Me vi perdida num mundo que construir e passei a habitar.
Nada mais disso faz sentido agora.
E de novo, preciso me adaptar.
Me adaptar ao mundo no qual eu posso viver de uma forma melhor, de forma voraz, de forma superior.
É isso que eu sou, superior.
Preciso dar a valor a quem sou, a quem construir com o decorrer do tempo...
E esquecer do que me puxa pra baixo, do que me deixa paralizada, do que me faz estagnar.
Já estou melhor, tudo isso vai passar.
Novamente, na vida de sempre.
Só que recomeçando a construir minha ponte de outra forma, por outro ângulo!
Um ângulo cheio de cores, formas... Cheio de vida.
A vida que eu quero viver!

Comentários

Vanessa M. disse…
Escolha o jeito que você que viver e vá atrás dele, desenhe, vá em frente.
Lawrence Tayller disse…
Como é interessante tudo o que disse. Pensando bem, é asim que temos que reagir sempre, mesmo em dias de grandes e inesqueciveis derrotas. Cabe a cada um de nos, vermos a vida por um outro angulo.
Amei tudo que disse, me fez reflitir e concordar com as belas palavras.
Abraço
Por Lawrence Tayller

Postagens mais visitadas deste blog

Sim...

~'. Eu amo. É aquele sentimento intenso que me preenche nos dias de chuva, desânimo e tristeza. Nos dias de SOL, coragem e alegria. Ele me preenche sempre, desde o dia que tive certeza que era amor. Passou a ser mais intenso, quando concluí que era recíproco. E é essa tal de reciprocidade que amplifica esse turbilhão de emoções que sinto cada vez que te lembro, que te vejo, que te beijo, que te amo... Eu amo sim.

~'. O bendito do ciúme

~'. Ciúmes...
Esse sentimento precisa ser tratado, lapidado e quando alguém descobrir como se faz isso por favor, me avisa!
A mulher precisa ter segurança, de se sentir a dona da situação.
Os homens acham que só pelo fato de estar namorando, casado ou em algum relacionamento, já provou pra ela que pode ter toda a segurança do mundo.
Mas esquecem que mulher precisa se sentir segura sempre e sempre.
Precisa se sentir amada, precisa ouvir que é amada.
Odeio ciúmes, odeio de todo meu coração.
E me revolto com quem me faz sentir esse troço que só traz dor.
Como eu li um dia desses: " Homem tolo é aquele que faz sua mulher sentir ciúmes, homem sábio é aquele que faz sua mulher ser invejada..."
E disso, eu tenho certeza!

~'. Eu só sei que é amor!

~'. Ás vezes paro e penso: " Como duas pessoas, dois mundos completamente diferentes, se suportam por tanto tempo?"
Pois é, se completam 7 anos desde a primeira vez que nossas bocas se beijaram pela primeira vez.
Fazem 7 anos que um sentimento novo surgiu e nos proporcionou um comportamento bem além do que velhos amigos e confidentes.
Nos tornamos mais que isso, concatenamos mais um significado na nossa relação - amantes.
Nos amamos desde o começo, mesmo que eu sempre dissesse que não.
Nos amamos desde o começo, mesmo que todos ao nosso redor não enxergassem.
Nos amamos desde o começo, mesmo que nos comportássemos de uma forma estranha aos nossos olhos e aos olhos alheios.
Sempre foi amor desde sempre.
As dificuldades chegaram...Os problemas vieram... O circo fechou... Tudo se deu como acabado... Tudo retornou a seu devido lugar... E hoje estamos aqui, juntos além de tudo que tivemos que superar.
Nada foi em vão.
Eu mudei, você mudou, nosso relacionamento mudou e com cer…