quarta-feira, 29 de setembro de 2010

~'. Falta de afinidade ou pré-conceito?

As vezes acho engraçado como por apenas um ato, uma demonstração, um momento qualquer passamos a odiar ou a gostar de alguém.
Existem pessoas que não tem o  mínimo de afinidade, seja por qualquer motivo.
Por não ir com a cara mesmo, ou achar metida, ou achar que está dando em cima do seu namorado, ou ter ficado com um ficante seu, ou por ter se esbarrado com você algum dia e ter achado que foi de propósito, ou até mesmo por não ter dado lugar ao velhinho no ônibus.
Tudo é motivo pra gente pré-julgar as pessoas. Fato!
E um dia qualquer, por causa de uma palavra usada, um ato bondoso em relação a alguém, você ter acordado de bom humor ou qualquer outra coisa, você passa a olhá-la por outro ângulo, de um jeito melhor.
E assim começa a tirar aquela primeira impressão ruim que tinha dela.
Pra mim, aquele ditado que diz: "A primeira impressão é a que fica!", não passa de uma mentira deslavada, uma baboseira.
Muuitas e muitas vezes, ela não permanece mesmo.
Isso porque o ser humano está acostumado a pré-conceituar as pessoas, o danado do pré-conceito que não some nunca.
Tipo, duvido que alguém diria que esse cara tatuado visto andando pelas ruas, fosse um médico conceituado e bem sucedido na sua profissão.
Basta um ponto sequer, pra termos uma má impressão de alguém.
E quando eu falo assim, eu generalizo. Porque ninguém foge de ser assim.
Mas as vezes é bom sabe?
Quando esperamos o pior de alguém e recebemos algo melhor, é bem gratificante.
Pelo menos pra mim, adoro ser surpreendida!
As pessoas nem sempre são o que mostram ser, ou nem sempre são o que você enxerga!

3 comentários:

AmαndαLú. disse...

Disse tudo e mais um pouco =]
por isso sempre digo, não devemos julgar as pessoas sem antes conhece-las.
"Quem vê cara não vê coração!"
Beeijos :*

Michele disse...

Pois é Jacque... e são muitas as vezes em que as pessoas nos surpreendem. Por isso é que até conhecer bem alguém, fico mais quietinha, mais na minha! Observo muito, para só então, tirar minha conclusão!

Um beijo, querida!

Vanessa M. disse...

Eu acho que melhorei com esses pré-conceitos por já ter sentido muito isso na pele ( e ainda sinto).

Vamos dar uma chance ao outro pra ele mostrar quem é.

Beijão, amiga!


Obrigada pelo selinho, vou guardar no Essência com carinho. De verdade.