domingo, 27 de julho de 2008

Esperando uma decisão.


Nem sempre tudo o que eu digo faz sentindo.
Uma hora digo algo, logo depois me contradigo.
Meus sentimentos conseguem destruir tudo o que consegui superar, no momento em que eles me vencem.
Alguma célula, ou um conjunto delas, permanecem vivas aqui dentro.
E não há como matá-las.
Elas precisam morrer sozinhas.
E só cabe a mim, esperar que isso aconteça!

Nenhum comentário: