quarta-feira, 13 de maio de 2009

Pra ele...


Tantas vezes em que corremos por ai.
Tantas vidas que vivemos em cada dia.
E enterramos todas juntos.
Talvez pra sempre, talvez não.
Se pelo menos eu não me machucar, eu encontrarei você do outro lado.
Se pelo menos eu não sufocar, encontrarei você de manhã, quando acordar.
Você sente como se eu e você pertecênssemos?
Apenas mantenha os olhos na estrada e nada dará errado.


Isso estava em tempo real ou estava só na minha mente? Ou era só um fantasma passando por você?
Me dê algo que você na verdade sente.
Dizemos paalvras de novo e de novo, mas elas ainda soam as mesmas, elas ainda tocam da mesma maneira.
Estava nos nossos olhos que eram apenas mentiras fáceis.
As palavras mais claras são pesadas, e promessas são fáceis.
E ninguém é feliz pra sempre ou triste por muito tempo, mas só porque eu disse isso não significa que eu pretendia dizer.
É isso que você pretendeu??
É isso que você sonhou?
Quando você estava fazendo seus planos, tirando as sujeiras?
Você poderia fazer bem melhor que isso.
E eu posso ver todas as coias que eu desejo que estivesse feito.
Você poderia fazer muito mais, melhor que isso.
Poderia ter algo, mas está atrasado e você não queria isso de qualquer forma.
E foi um longo tempo esperando, e foi uma vida fazendo.
Não ria de mim, não olhe pra longe.
Mas o que eu sei?
O que eu sei?
Eu sei!
Eu sei que você acha que estou lhe prendendo, e que caí no acostamento. E que não entendo as mesmas coisas como você.
Mas eu entendo. Sinceramente entendo.


Amarga, apaixonada e com o coração endurecido.
Enquanto dói, espero a vida recomeçar.
Estou só formando um som.
Mudando o som das sílabas.
Eu não posso parar agora.
Eu tenho meus próprios problemas.
E o tempo é curto.
Eu não posso ir mais devagar.


Pior do que seus atos, foram sua palavras.
Palavras cruéis e amargas, com uma força indescritível.


Mas quem disse que um rio pode deixar suas águas?
Quem disse que você anda numa linha reta?
Quem disse que uma cidade não pode mudar seus limites?


Quem disse que você é meu??





3 comentários:

Stephanie Pereira disse...

"Enquanto dói, espero a vida recomeçar."

simplismente encantador...
espero que seja um bom recomeço, longe das palavras crueis e amargas!

Karen disse...

olá =D

Patricia Cortez disse...

achei lindo e amei sue blog...bjs