segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

~'. Para uma certa amiga...

Estou dividida em dois pedaços.
Em dois pedaços de dúvida e confusão.
Em dois pedaços de amor e querer.
Em dois pedaços tão diferentes e que ao mesmo tempo deveriam ser iguais.
Deveriam ser complementados ou até unidos por algum laço.



O tempo nos acomoda.
Nos enche de certezas que podem ser incertas ao ser vista por outro modo.
O tempo faz com que nos apeguemos a alguns detalhes, nos força a criar um começo de certezas.
Ele nos dá a possibilidade de criar planos, e conseguimos voar pra eles em certos momentos.
Desfrutamos, sentimos e voltamos querendo torná-los concretos a qualquer custo.


Ps.: Minha amiga, leia. E tente ver as certezas por um outro ângulo.
 Tente não ter tanta certeza.
 Infelizmente, há planos que não concretizam. Mas não estou dizendo que algum dia eles não se concretizem.
 Quem acredita, sempre alcança. - Muitas vezes.
 Só não se iluda demais...

(L)

4 comentários:

Biih Dias disse...

Esse texto parece até ter sido feito pra mim... rs
Tomei-o para mim, se não se importa.
A vida realmente é cheia dessas coisas: surpresas, incertezas...
Enfim, lindo texto.
Beeijo

Michele disse...

Querida, penso que todo problema/ situação devem ser vistos por mais de um ângulo, sob novas perspectivas. E nada é imutável. A vida muda o tempo todo e sempre dá um jeitinho de nos surpreender!

um beijo grande!

Stephanie Pereira disse...

Acho que a vida traz sim essas coisas... planos, que em algum outro momento podem ser exatamente o inverso, pois são feitos por humanos, e nós humanos mudamos à todo minuto, não é mesmo?

Michele disse...

Obrigada, querida!

Um beijo grande nosso!

:)