terça-feira, 21 de julho de 2009

Caminhos que se cruzam..


Ele vai.
Ele volta
Ele vai.
E eu me perco entre tantas idas e vindas.
Meu coração sorri e brilha quando ele está perto, quando estamos bem. Em sitonia.
Meu amor é grande, ele me completa de alguma forma.
Mas eu quero tudo pra ontem, e ele pensa no futuro.
É aí que mora a desigualdade do querer.
É aí onde começa as brigas ocultas ou ditas.
É aí que nos distanciamos e desgastamos nossa relação.
Mas, além de tudo, de todas as palavras amargas que digo ou que ouço, de todos os atos indesejados e dolorosos cometidos... nos amamos.
Sempre damos uma ré, e tentamos reverter o que tinhámos feito de errado.
Sempre sentimos uma falta sem tamanho, e mesmo que pareça que não nos importamos com o outro, uma luz fica piscando dentro da gente, avisando que há algo errado e isso nos faz mal.
Eu entendo o lado dele, começou a vida de curtição tarde, e ainda acha que se sair agora, vai querer voltar depois para recuperar o que perdeu, e não é isso que ele quer.
Eu acredito que ele me ame ao ponto de querer me ver acordar todos os dias, quando ele diz isso, a veracidade é esplêndida, e não há como não crer.
A questão não é suspeitar do amor dele. A questão é que estou na fase de querer alguém sempre do meu lado, de ter carinho quando quero, quando preciso, sem limitações.

Nessa segunda 20/07/09, fomos calados no carro em direção ao trabalho (trabalhamos praticamente juntos, eu no escritório e ele na loja e é sempre ele que me leva, imagina o clima quando estamos brigados, logo pela manhã!!), quando cheguei no escritório vi duas mensagens chegarem, estava meio ocupada e não olhei logo de de imediato, mas quando vi, enfraqueci e toda aquela força e vontade de esquecer tudo, se esvaiu... As mensagens diziam:

"n esqueça que eu te amo"

"tenha um dia repleto de alegria e conquistas e uma semana cheia de realizações!!! bjooosmeligaacobrar"

Ele é sempre assim, mensagem quando acordo e na hora de dormir, e quando estamos brigados é uma das coisas que me faz mais falta.
Nisso conversamos, pelo msn, separados apenas por uma escada. Disse tudo que me incomodava, tudo que não me convém e que me deixava profundamente entristecida. Ele ouviu, perguntou se realmente não queria voltar para ele e que ficar longe e me ver sofrer faz com que ele fique mal. Disse que sinceramente não sabia, e ele pediu pra eu pensar sobre isso.

Na quarta-feira, mandei mensagem para ele:

"Eii..Vamos sai hj de noite pra conversar. E ver se conseguimos entrar num concenso de verdade. Se não resolver, pelo menos valeu a tentativa. Beeijo!"

E saimos, conversamos e ele aceitou, segunda ele, minhas "exigências" e acatei algumas dele.
=p

Estou bem. Sempre estou bem quando ficamos bem.

..." será que é difícil entender, porque eu ainda insisto em nós, será que é difícil entender, vem ficar comigoo..."

Eu o amo de verdade!




Nenhum comentário: