terça-feira, 15 de dezembro de 2009

-'. com o tempo se aprende certas coisas...

-' . como as experiências sempre ficam, é com elas que aprendo muito sobre essa vida muitas vezes injusta, a depender do ângulo de que ela é vista.
Estou tendo a certeza, que realmente a maioria dos homens em relação as mulheres são iguais, insensatos, hipócritas e muitas vezes imundos sem motivo.
Estou constatando, que o amor e um bom sexo não superam a tudo, e que não faz a relação permanecer estável.
Estou percebendo que não basta me esforçar o máximo para fazer tudo dar certo, já que os relacionamentos são feitos a partir de duas pessoas.
Estou vendo, que o laço que parecia inviolável, muitas vezes é cortado da forma menos sutil, te deixando sem rumo, quando ainda não acredita em você e na força que possui.
E ás vezes é difícil acreditar nisso.
Mas agora acredito, e vejo que foi a verdade sempre exposta aos meus olhos, durante toda a minha vida.
É fácil camuflar a insegurança, o mal estar e tornar sua vida num mundo cor de rosa ao olhos do resto do mundo.
Difícil é saber e vivenciar os momentos vividos, pesados ao decorrer da caminhada, e ter a certeza que vive de ilusões.
É fácil dizer que ama, que não consegue viver sem, e que alguém é seu sim.
Difícil é concretizar as palavras, é ser companheiro a todo tempo, sem precisar de férias ou folgas.
Aprendi que amar, é um aprendizado constante e concreto, e que nada vale mais do que um amor verdadeiro e mútuo.
Um dia Deus soprou no meu ouvido que : "Os relacionamentos verdadeiros são marcados pela aceitação, mesmo quando suas escolhas não são úteis e nem saudáveis", e que no amor deve haver submissão e respeito.
Ele também me disse que tudo tem dois lados, e agora, quando passo por uma situação difícil, presto atenção no lado positivo que já veio ou que está por vir, e fico feliz por isso.
Aprendi que ninguém pode esconder um sentimento por tempo indeterminado, e que a mais ou menos dia, ela perceberá a burrada que veio fazendo ao longo da vida.
Aprendi que preciso saber viver só com o meu próprio sustento e que sou uma boa companhia pra mim mesma.
Aprendi que agora é impossível acreditar que o erro está apenas em uma pessoa, e que sempre as duas tem uma culpa considerável, quando a receiprocidade deixa de existir.
Aprendi e reconheci que sou muito jovem para me desgastar por sentimentos e momentos que vão se repetir ao longo da minha vida, mesmo que sejam de formas e intensidades diferentes.
Aprendi que sou forte o suficiente para superar um amor que não está no momento certo pra ser vivido e que se nada estava indo como o predefinido, é melhor sair antes que o barco afunde.
Aprendi e reconheci que sou uma mulher maravilhosa, e que muitos gostariam de me ter ao lado deles.
Aprendi que pra cada dor, há uma cura... Pra todo momento ruim, uma felicidade e que pra cada amor não retribuído um novo amor.
E ele está chegando... Posso sentir!

' Vivo numa aprendizagem constante..

Nenhum comentário: