Pular para o conteúdo principal

~'. Se eu soubesse...

~'. Sinto tantas saudades do que fui um dia.
Saudades de minha independência excessiva, mesmo num tempo que nem podia tê-la em tamanha dimensão.
Saudades de ser destemida, de não deixar o medo de qualquer coisa acabar comigo, e me jogar no chão como mero lixo. Era tão bom não possuir tanto medo.
Saudades da admiração direcionada a mim, das verdades ditas sem medo, dos carinhos sem limitações.
Saudades de minha auto-confiança imune a qualquer situação, onde eu tinha certeza de tudo, onde sempre achava uma válvula de escape, onde concatenava loucuras, onde as certezas não me deixavam sentir medo de perder em nada e nada.
Saudades das loucuras que já vivi, dos momentos únicos e inesperados que fiz acontecer.
Saudades dos vários "amores"' vividos ao mesmo tempo, daquele gostinho de quero mais, sem confusões ou com muitas confusões, das mentiras ditas sem maldade... na realidade, apenas para matar meus desejos, minhas vontades, minhas interrogações.
Sinto tantas saudades do que fui um dia.
E sinto tristeza, por não conseguir voltar a ser a mesma.
Por não conseguir que as coisas permanecessem iguais, mesmo que eu quisesse e desejasse ansiosamente que algumas coisas mudassem.
Pois é, quase todas mudaram.
As que eu ansiava, e as que eu perdidamente não queria que mudassem.
Eu idealiza a maturidade, de uma forma mais ilusória.
Onde tudo seriam flores, onde dinheiro e independência andariam lado a lado e eu seria mais feliz, do que realmente já era.
Mas percebo, que a vida adulta nada mais é do que as doces lembranças dos tempos de criança, dos tempos de adolescência. Com uma dose exagerada de responsabilidades e muitas vezes de stress. Com uma pontada de sabedoria que cresce com o decorrer do tempo. Com uma felicidade sem tamanho nas realizações e nos sucessos. E com desejos totalmente diferentes de criança.

Se soubesse o quanto era bom ser criança, não desejava crescer tão rápido...

Comentários

Júuh . disse…
Oi Jaque que bom que gostou e obrigada por seguir de volta!

Seja muito vem vinda ao meu blog!
Beeeijo e tenha uma ótima semana!
Michele disse…
Eu amei ser a criança que fui! Aproveitei muito bem a minha infância. E embora recorde de todas as coisas com imenso carinho, não troco minha vida atual por época alguma! :)

Um beijo, querida!
kelly-viana21 disse…
eu tbm sinto tanta falata de ser criança,preocupações eram bestas e eu era feliz..bjos
'-Kelly Viana' disse…
lindo post..ser criança era muito bom nada de problemas..
saudades dessa epoca tbm..
adorei o post.
bjos

Postagens mais visitadas deste blog

Sim...

~'. Eu amo. É aquele sentimento intenso que me preenche nos dias de chuva, desânimo e tristeza. Nos dias de SOL, coragem e alegria. Ele me preenche sempre, desde o dia que tive certeza que era amor. Passou a ser mais intenso, quando concluí que era recíproco. E é essa tal de reciprocidade que amplifica esse turbilhão de emoções que sinto cada vez que te lembro, que te vejo, que te beijo, que te amo... Eu amo sim.

~'. O bendito do ciúme

~'. Ciúmes...
Esse sentimento precisa ser tratado, lapidado e quando alguém descobrir como se faz isso por favor, me avisa!
A mulher precisa ter segurança, de se sentir a dona da situação.
Os homens acham que só pelo fato de estar namorando, casado ou em algum relacionamento, já provou pra ela que pode ter toda a segurança do mundo.
Mas esquecem que mulher precisa se sentir segura sempre e sempre.
Precisa se sentir amada, precisa ouvir que é amada.
Odeio ciúmes, odeio de todo meu coração.
E me revolto com quem me faz sentir esse troço que só traz dor.
Como eu li um dia desses: " Homem tolo é aquele que faz sua mulher sentir ciúmes, homem sábio é aquele que faz sua mulher ser invejada..."
E disso, eu tenho certeza!

~'. Eu só sei que é amor!

~'. Ás vezes paro e penso: " Como duas pessoas, dois mundos completamente diferentes, se suportam por tanto tempo?"
Pois é, se completam 7 anos desde a primeira vez que nossas bocas se beijaram pela primeira vez.
Fazem 7 anos que um sentimento novo surgiu e nos proporcionou um comportamento bem além do que velhos amigos e confidentes.
Nos tornamos mais que isso, concatenamos mais um significado na nossa relação - amantes.
Nos amamos desde o começo, mesmo que eu sempre dissesse que não.
Nos amamos desde o começo, mesmo que todos ao nosso redor não enxergassem.
Nos amamos desde o começo, mesmo que nos comportássemos de uma forma estranha aos nossos olhos e aos olhos alheios.
Sempre foi amor desde sempre.
As dificuldades chegaram...Os problemas vieram... O circo fechou... Tudo se deu como acabado... Tudo retornou a seu devido lugar... E hoje estamos aqui, juntos além de tudo que tivemos que superar.
Nada foi em vão.
Eu mudei, você mudou, nosso relacionamento mudou e com cer…