segunda-feira, 29 de março de 2010

-'. a idéia de uma amizade ideal.

Um amigo ideal, como seria?
Acostumada com a imperfeição, fica difícil julgar o que seria perfeito.
Mas ainda assim, vou tentar.
Sou rodeada por pessoas que possuem muitas qualidades que se incorporam no idealismo perfeito.
Eles me deixam felizes por pouco, bem pouco.
Seja jogando uma partida de buraco, ou apenas conversando em algum lugar.
Seja fazendo um almoço de última hora, ou assistindo um filme qualquer.
Seja fazendo algo de interessante, ou seja fazendo exatamente nada.
Seja se maquiando só pra tirar foto, ou seja olhando as estrelas.
  - Um possue aquela força, que me direciona a exercitar minha inteligência, e a usá-la da melhor maneira.
- Outro, vive falando coisas engraçadas a todo momento, fazendo com que minha alegria e alta-estima andem em níveis elevados.
  - Um já morou comigo, já dividimos todos os momentos, sejam bons ou ruins, e sempre esteve do meu lado pra tudo.
- Outro, mesmo longe, sempre se faz presente na minha vida acompanhando e sabendo de tudo que se passa.
  - Um sempre me admirou, vivíamos numa constante sintonia e erámos confidentes um do outro.
- Outro, está sempre do meu lado, me ouve e mesmo com desavenças passadas que já vivemos, hoje é mais que especial.
  - Um é meu irmão, vive comigo, trocamos histórias, conselhos, é alguém que eu amo verdadeiramente.
Amizade ideal seria aquela verdadeira, aquela onde o amor mútuo e o companherismo andam lado a lado.
Seria aquela em que pudessémos repousar nossas cabeças no momento que mais precisamos e nos sentirmos melhor,  aliviados só pelo abraço caloroso.
Amizade ideal é dividir muitos momentos juntos, é chorar quando o outro sofre, é dar força quando o outro precisa, é mesmo só, sentir-se junto, sentir-se acompanhado, ou por uma msg, um telefonema ou um pensamento.
Amizade ideal, é comprar um presente e dentro da loja, já poder imaginar o sorriso sincero do outro. É doar-se. Não julgar, apenas aconselhar e tentar entender os erros. É nunca abrir mão de alguém, pelo contrário, é acompanhá-lo em todas as cirscunstâncias.
Amizade ideal, é poder sentir-se seguro, sempre com os pés no chão.
  - Um possue aquela mania de algumas vezes ser frio, chato, não falar direito como se tivesse feito algo cruel a ele, mas isso logo passa, e além de achar estranho, já me acostumei a dar o tempo que ele precisa pra voltar ao normal.
- Outro as vezes leva tudo na brincadeira e é capaz de mim levar a degraus elevados de stress continuo.
  - Um ás vezes não me entende, acha que devo fazer o que acha certo, assim querendo que passe por cima de sentimentos que estão aqui dentro.
- Outro, deixar claro sua opinião contrária a certos assuntos,  mas fica contente quando estou bem e me dar esporro quando estou triste.
  - Um me irrita quando mente por coisas bobas, e quando não consegue exprimir o sentimento de forma entendível para todos.
- Outro, quando ligo com voz de choro não consegue identificar que estava chorando e diz que precisa durmir, me deixando só.
  - Um insiste pra meu namorado ir por's reggaes com ele e sem mim, e me deixa puta da vida quando fica enchendo o saco.
Respectivamente meus amigos possuem essa qualidades e defeitos. Alguns que ainda me incomodam, alguns que já superei.
Além de ter idealizado uma amizade ideal, estou muito feliz com os amigos que possuo.
No conjunto, uns conseguem equilibrar a falta que os outros fazem em alguns pontos, e isso me deixa equilibrada e satisfeita com o amor que me é direcionado e demonstrado.
A amizade é pra isso mesmo, fazer nos sentir amados e nunca sozinhos.

A amizade é o amor que nunca morre!
Mário Quintana

2 comentários:

Laís Dourado disse...

Ficou ótimo Jacqueline, adorei!
Amigo ideal é a mistura desses todos aí né?
:))

Tô adorando nossa brincadeira!

Paula Teles disse...

Nossa a amizade é pouco disso tudo ameeei mesmo de verdadeee beeijos >.<